quarta, 10 de agosto de 2022
08/11/2021

Prêmio Regional de Inovação contará com apoio do Sebrae/SC


A 3ª edição do Prêmio Regional de Inovação organizado pela Associação Empresarial de Balneário Camboriú e Camboriú (Acibalc) contará com o apoio do Sebrae/SC para realização do evento. A premiação tem como objetivo incentivar e reconhecer os esforços bem sucedidos de inovação das empresas, órgãos públicos e organizações sociais localizadas nos municípios de Balneário Camboriú, Balneário Piçarras, Bombinhas, Camboriú, Ilhota, Itajaí, Itapema, Luiz Alves, Navegantes, Penha e Porto Belo. As inscrições são gratuitas e encerram no dia 15 de novembro.

Ao todo serão cinco categorias e o destaque ficará por conta da categoria de inovações sociais, que premiará ações que estejam alinhadas aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentáveis da ONU, os ODS. Serão quatro etapas de avaliação dos candidatos, sendo a inscrição do candidato feita de forma online, vídeo de até 3 minutos contando o case de inovação, visita presencial da comissão avaliadora para os finalistas de cada categoria e definição dos vencedores pelos critérios: necessidade de inovar, coerência de inovação, utilização de ferramentas de inovação, envolvimento de clientes, planejamento de inovação, aprendizado organizacional, originalidade de inovação e resultados alcançados.

As categorias desta edição são: Gestão e Processo, Produtos ou Serviços, Modelo de Negócio, Gestão Pública e Inovação Social. As concorrentes poderão se inscrever nas cinco categorias, mas serão reconhecidas apenas em uma. Os vencedores reconhecidos em cada categoria ganharão troféu, 36 horas de capacitação em cursos de curta duração e divulgação dos cases durante o período de 12 meses pelos parceiros na realização do Prêmio. A festa de premiação acontecerá dia 03 de dezembro, em Itajaí.

“A região da Amfri se destaca por seus negócios e o Sebrae da Foz tem o papel de incentivar essas empresas, fortalecendo o trabalho dos pequenos e microempreendedores. Por isso, esperamos a participação ativa dos empresários para que sejam reconhecidos na premiação por suas práticas de inovação e sustentabilidade”, destaca o Gerente Regional do Sebrae, Alcides Sgrott Filho.

O 3º Prêmio Regional de Inovação é realizado pela Associação Empresarial de Balneário Camboriú e Camboriú – ACIBALC, AMFRI, CIM Amfri, Costa Valley, Centro Regional de Inovação, PoloTech, BC Investimentos, Itajaí Participações, Sebrae e Associação Empresarial de Itajaí - ACI. As inscrições devem ser realizadas pelo site: www.acibalc.com.br.



Blog

Países do ‘BRICS’ debatem como alavancar qualificação para indústria 4.0

A qualificação de profissionais para ocupações cada vez mais tecnológicas é foco dos trabalhos de um grupo de especialistas do Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul, o chamado BRICS. A participação brasileira é liderada pela Confederação Nacional da Indústria, por meio do SENAI, a partir de indicação dos ministérios da Casa Civil e da Educação. O objetivo é criar estratégias para promover a capacitação padronizada entre os países.

“Somos reconhecidos por aliar a teoria e a prática. As discussões que estão em curso no grupo formado pelos países do BRICS vêm sendo amplamente abordadas em nossas formações. Não é uma agenda apenas de entidades privadas, ela exige políticas públicas mais robustas, com respaldo técnico e competência para guiar os debates”, destaca o diretor-regional do SENAI, Fabrizio Machado Pereira.

São oito grupos de trabalho, sendo um deles voltado para as áreas de inteligência artificial, machine learning e big data, coordenado pelo professor Valério Junior Piana, do Centro Universitário do SENAI em Chapecó. “Os grupos debatem temas como a falta de profissionais qualificados para atuar com as tecnologias da indústria 4.0 e as habilidades fundamentais para o futuro do trabalho, não apenas na indústria, mas também em outras áreas”, afirma Piana. “Estamos focando nas ocupações mais tecnológicas e o que fazer diante da falta de profissionais”, acrescenta.

Piana, que no SENAI coordena os cursos de graduação e pós-graduação em TI, cita, principalmente, a falta de profissionais qualificados na área de tecnologia para atuar com programação, automação e outros setores. O grupo de trabalho do BRICS atua com base no relatório do Fórum Econômico Mundial, que elenca habilidades que as pessoas precisam ter ou desenvolver, como criatividade, solução de problemas complexos, trabalho em equipe, entre outras, incluindo as habilidades e conhecimentos técnicos.

O grupo está elaborando uma proposta de esforço conjunto dos países para capacitar a força de trabalho. “Algumas alternativas que estamos sugerindo são a implementação de laboratórios-modelo, equipados para desenvolver as capacidades necessárias para o mundo do trabalho, e cursos de graduação e pós-graduação com currículos padronizados entre os países”, relata Piana.

O SENAI é referência mundial em qualidade de ensino. Capacita os trabalhadores da indústria por meio de educação profissional e superior, consultorias especializadas e serviços de inovação voltados ao desenvolvimento e à competitividade industrial. A instituição está presente em todos os estados brasileiros.

© Copyright 2000-2014 Editora Bittencourt