terça, 07 de dezembro de 2021
09/12/2020

Venda de imóveis aquece o mercado da construção civil


O segmento de luxo e construção de alto padrão tem puxado a alta na economia neste período da pandemia. Novos hábitos e investimentos em produtos com alta tecnologia e, acima de tudo, segurança na transação, esses são alguns dos atributos que impulsionaram as vendas. Os consumidores estão buscando, cada vez mais, segurança nas transações e rentabilidade. Ao mesmo tempo, com a oscilação do mercado, o que se viu foi uma redução dos ganhos dos investimentos tradicionais, levando aos poupadores a diversificarem ainda mais suas carteiras. Assim, os imóveis, neste cenário, voltam a ser opções seguras, aliados a credibilidade das construtoras, aquecendo o mercado.

 

Segundo a Associação Brasileira de Incorporadoras Imobiliárias (Abrainc), a melhora nas negociações de imóveis de médio e alto padrão garantiram ao setor da incorporação o melhor mês em vendas desde maio de 2014.

 

Além do movimento de mercado, o custo menor dos financiamentos facilita o acesso ao crédito, além das negociações diretamente com as construtoras, contribuiu para essa elevação do mercado. E, ainda segundo a Abrainc, o que se viu foi a procura, principalmente, por empreendimentos já prontos. Este movimento é corroborado pela WOA Empreendimentos Imobiliários, construtora de alto padrão com atuação em Florianópolis. Com quatro empreendimentos que compõem o SIMPHONIA WOA BEIRAMAR, a empresa comemora os resultados, com quase 80% das vendas realizadas, somando as unidades dos quatro empreendimentos.

 

“Os clientes estão em busca de investimentos sólidos, calcados na reputação das empresas e nos índices garantidores da rentabilidade, o que aqui na WOA é uma constante. Temos percebido um movimento arrojado e propostas ousadas que se consolidam pela demanda de mercado” destaca Patrícia Hartmann, Gerente Comercial da WOA Empreendimentos Imobiliários.

 

O diretor da WOA, Walter Silva Koerich, ainda completa que a “empresa apresenta a quem busca qualidade em morar bem, projetos diferenciados, que encantam pelos diferenciais e pelo ineditismo”.

 

O que a WOA vem percebendo é que os consumidores estão buscando por imóveis cada vez mais com valor agregado, com diferenciais exclusivos como paisagem espetacular, espaço interno amplo e sofisticado, além de elementos de decoração com requinte e descontração.

 

Os apartamentos do SIMPHONIA WOA BEIRAMAR contam com opções variadas de plantas que visam atender e adequar a todos os tipos de famílias.  Além dos acabamentos luxuosos e da localização ímpar, se destacam pelo conforto e exclusividade.

 

Outro dado que corrobora os resultados do mercado é a pesquisa FipeZap, que aponta Florianópolis como uma das capitais com maior valorização econômica. Segundo o Índice FipeZap, a capital catarinense acumula 5,82% de aumento no preço médio dos imóveis residenciais nos últimos 12 meses. Comparado com outras cidades pesquisadas, Florianópolis é a única capital que não teve desvalorização de 2014 para cá, segundo o índice. “Fatores que reforçam o mercado na capital são a limitação de espaço e a crescente busca por qualidade de vida”, destaca Walter Silva Koerich.

 

Outro dado interessante divulgado recentemente foi a pesquisa encomendada pela Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC), em parceria com a BRAIN Inteligência Corporativa, que avaliou o interesse da população na aquisição de imóveis. O que se percebe é que a crise impactou muito mais os lançamentos do que as vendas, pois conforme mostra o estudo, neste período, vendeu-se, no país, o dobro de imóveis em relação aos lançados, o que mostra que Isso mostra que o mercado está com aderência. 

 

 Sobre a WOA

Constituída com a participação das Koerich Imóveis, Zita Empreendimentos Imobiliários e Lojas Koerich, a WOA chegou ao mercado catarinense com a experiência de mais de meio século. O nome WOA é uma homenagem a três grandes homens, é o acrônimo dos irmãos Walter, Orlando (In Memoriam) e Antônio Koerich. Atualmente, a empresa trabalha em um empreendimento de alto padrão em uma das localizações mais prestigiadas de Florianópolis - a Avenida Beira-Mar Norte. Mais informações em  www.woa.com.br.



Blog

Empregadores têm até hoje para quitar parcelas suspensas do FGTS

Os empregadores que aderiram à suspensão temporária da arrecadação do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) devem efetuar o pagamento da última parcela até hoje (7).

Implementada pela Medida Provisória 1.046/21, a suspensão por quatro meses do pagamento das contribuições ao FGTS foi tomada para ajudar empresas afetadas pela segunda onda da pandemia de covid-19.

Para fazer o pagamento, o empregador deve acessar a plataforma, gerar a guia “GRFGTS” e realizar o pagamento.

Para evitar o acréscimo de encargos e multa, o banco alerta que a quitação deve ser feita dentro do prazo.

A Caixa alerta que caso existam parcelas em aberto, é necessário regularizar até hoje, garantindo as condições especiais da Medida Provisória. O não recolhimento dos valores ao fundo gera impedimento ao empregador para emitir o Certificado de Regularidade do FGTS (CRF).

Ao todo, segundo a Caixa, R$ 5,9 bilhões em recolhimentos do FGTS foram suspensos por quatro meses, entre maio e agosto deste ano.

Mais de 100 mil empregadores aderiram à medida criada para preservar cerca de 7 milhões de empregos.

Caixa disponibiliza a Cartilha Operacional do Empregador em Downloads - FGTS - Manuais e Cartilhas.

Costa Verde & Mar promove capacitação on-line e gratuita para todos os profissionais do trade turístico

Uma das regiões turísticas brasileiras que mais atrai visitantes, a Costa Verde & Mar (SC) segue se preparando para a alta temporada com o objetivo de garantir a melhor oferta aos turistas. Para isso, vem promovendo diversas capacitações gratuitas sobre os atrativos locais para os profissionais do setor. A próxima, com data marcada para 16 de dezembro, será direcionada aos envolvidos com o trade turístico, como os agentes, guias, profissionais dos restaurantes, hotéis, comércios, receptivos, autônomos, entre outros que atuam no atendimento dos visitantes.

Aos prestadores de serviços serão apresentadas mais informações sobre cada um dos nove municípios da região, as suas características e as novidades da temporada. O treinamento também terá uma mostra dos roteiros de Ecoturismo e Aventura, Cultural, Circuito de Cicloturismo, Guia Náutico e Tour da Experiência. Os interessados poderão acompanhar a capacitação gratuita on-line através da sala de reunião virtual em dois horários: às 10h e às 16h. Não é necessário fazer inscrição.

Estado das rodovias do meio oeste de SC são entrave para o desenvolvimento da região

Emilio Schramm, vice-presidente da Fecomércio/SC, discutiu o tema com empresários locais

            A precariedade das rodovias do meio oeste catarinense impacta diretamente no desenvolvimento do comércio, da indústria e do turismo. Esta foi a principal reclamação de empresários da região durante visita de Emilio Schramm, vice-presidente da Fecomércio/SC, a Fraiburgo, Caçador, Curitibanos, Concórdia e Chapecó. Empreendedores locais explicaram esta preocupação durante encontros com o líder da Federação.

            Alexandre Simioni, proprietário da rede Passarela, que mantém unidades de atacarejo e supermercados em Concórdia, Caçador, Canoinhas, Curitibanos e Videira, em Santa Catarina, além de Bento Gonçalves e Erechim (RS), foi enfático. “O transporte diário de mercadorias da nossa frota de transporte sofre muito com o estado das estradas. Perdemos competitividade e possibilidades de crescimento”, apontou, reforçando que este gargalo é responsável por impedir a criação de milhares de empregos.

            Schramm ressaltou também as vidas perdidas diante do problema. Foraam quase 500 mortes nos últimos cinco anos somente na BR 282, a maior em extensão de Santa Catarina – 680,6 quilômetros que ligam a Capital ao extremo oeste do estado – e considerada o único caminho para escoar as riquezas exportáveis destas regiões, frutos da agroindústria. “O turismo desta região, rica em atrações, obviamente também é prejudicado”, ressaltou aos empresários.

 

© Copyright 2000-2014 Editora Bittencourt