terça, 21 de maio de 2024
11/03/2024 16:01

Porto de Imbituba assina termo de integração para a Aliança Brasileira durante a 28ª edição da Intermodal South America 2024


A SCPAR Porto de Imbituba assinou, na última quarta-feira (06), o termo de integração para a Aliança Brasileira para Descarbonização de Portos. A assinatura ocorreu no estande do Porto do Itaqui, durante a 28ª edição da Intermodal South America, a maior feira internacional dos modais rodoviário, aéreo, marítimo e ferroviário da América Latina, em São Paulo. Representando o Porto de Imbituba estavam presentes o presidente Urbano Lopes de Sousa Netto e colaboradores do departamento de Saúde, Segurança e Meio Ambiente (SSMA).

Participaram do evento portos, terminais de uso privado, arrendatários, empresas, órgãos públicos, instituições e operadores.

O evento reuniu reuniu alguns dos maiores portos do Brasil, como: o Porto de Santos (SP); Portos do Paraná; Porto RS; Imbituba (SC); Companhia das Docas do Estado da Bahia – Codeba; Porto do Açu (RJ); Porto Sudeste (RJ); Porto de Suape (PE), além de entidades representativas, como a Associação Brasileira dos Terminais Portuários – ABTP, Associação Brasileira das Entidades Portuárias e Hidroviárias – ABEPH, a Associação de Terminais Portuários Privados – ATP e o Sindicato Nacional das Empresas de Navegação de Apoio Portuário.

Diversas entidades também participaram como signatárias e fundadoras da Aliança, incluindo o Corredor Logística e Infraestrutura – CLI, o Consórcio TEGRAM (MA), a Bunker One, a ZCarbon Soluções em Descarbonização, a VIrtu GLN, a PortGreen Consultoria, a Suzano, a Santos Brasil, a Rightship, a G5 Soluções Logística, Transpetro, Granel Química e a Vports. A aliança conta, também, com o apoio institucional da Fundaciòn ValenciaPort (Espanha) e da Secretaria Nacional de Portos e Transporte Aquaviários.

Como apoiadores do projeto estão a ABEPH e a ABTP (Associação Brasileira de Terminais Portuários) e a Secretaria Nacional de Portos e Transporte Aquaviário, a ATP (Associação de Terminais Portuários Privados).

“Temos o dever e a obrigação, em linha com o mundo, de trabalhar com as melhores práticas ambientais e de Governança. É com muita responsabilidade que desenvolvemos esse trabalho”, ressaltou, Luiz Fernando Garcia, diretor-presidente da Portos do Paraná e presidente da ABEPH.

"Essa aliança vem em linha com as melhores práticas ambientais e em consonância com os objetivos de desenvolvimento sustentável da ONU. O Porto de Imbituba almeja se posicionar como paradigma em sustentabilidade e responsabilidade ambiental” avalia o diretor-presidente da SCPAR Porto de Imbituba, Urbano Lopes de Sousa Netto.

Paulo Márcio de Souza, gerente do departamento de Saúde, Segurança e Meio Ambiente (SSMA) da SCPAR Porto de Imbituba, considera que inevitavelmente o comércio que atua no modal portuário se não pensar em um futuro  próximo na descarbonização, sem dúvida caminham na direção contrária da inovação e na sustentabilidade dos sistemas portuários e de navegação. “A descarbonização é o ponto de convergência para a modernização dos meios de transporte do comércio exterior para as próximas décadas e representa menos desequilíbrios climáticos com eventos extremos e mais segurança para a navegação”, afirma Souza.

O Porto de Imbituba busca diariamente estar alinhado com os princípios da SG Environmental (Ambiental), Social e Governance (Governança) e este projeto está de acordo com a missão da Autoridade Portuária.




Últimas Notícias

Notícias

© Copyright 2000-2014 Editora Bittencourt