domingo, 21 de abril de 2024
09/02/2024 09:58

Movimentação de contêineres em Suape teve alta de 6,5% em 2023

O percentual se refere à elevação em TEUs, unidade equivalente a 20 pés. Esse tipo de carga representou 24,1% do total registrado no porto. O atracadouro também teve números expressivos no hub de veículos e na exportação de açúcar ensacado

Líder no Nordeste em carga conteinerizada, o Porto de Suape, o sexto atracadouro público mais movimentado do Brasil, se mantém firme e forte no transporte deste tipo de mercadoria. De acordo com o Anuário da Agência Nacional de Transportes Aquaviários (Antaq), referente ao balanço de 2023, o porto pernambucano movimentou 523.956 TEUs (unidade equivalente a 20 pés), um crescimento de 6,5% em relação ao ano anterior. O mês de maior volume foi em dezembro, com 51.261 TEUS. Esse tipo de carga representou 24,1% do total registrado em Suape.

Com a chegada de um novo terminal de contêineres (atualmente a operação é realizada apenas pelo Tecon Suape), o porto praticamente vai dobrar a movimentação neste tipo de carga, a partir do segundo semestre de 2026. A unidade será instalada ao lado do Estaleiro Atlântico Sul, numa área de 50 hectares, pela APM Terminals, empresa subsidiária da A.P. Moller-Maersk, uma das gigantes mundiais do setor. As obras para instalação do terminal estão programadas para começar nas próximas semanas.

Suape, que completou 45 anos de fundação em novembro de 2023, também apresentou elevação significativa no hub de veículos (42% a mais em unidades) e na exportação de açúcar ensacado (38% ) para outros estados e países diversos. De janeiro a dezembro de 2023, 1.509 embarcações, dos mais variados tamanhos e procedentes de dezenas de países, atracaram no porto, número que representou 0,2% a mais em relação a 2022. O total de carga movimentada foi de 23.982.451 toneladas.

Porto de águas profundas e com localização estratégica no Nordeste, com sete capitais localizadas num raio de 800 quilômetros, Suape reúne as condições ideais para distribuição de carga por cabotagem (transporte de mercadorias entre portos de um mesmo país), por via terrestre e pelo modal ferroviário (projeto em andamento com a retomada das obras da Transnordestina). Já os granéis líquidos (derivados de petróleo), carga que representou 68,9% do total do atracadouro, somaram 16.515.104 toneladas (-7% em relação a 2022).

NAVIO GIGANTE

Um feito inédito marcou a história de Suape no dia 11 de março de 2023. Na manhã daquele sábado, atracou em águas pernambucanas o gigante de classe mundial APL Dublin, de bandeira de Singapura. A embarcação, com comprimento de 347,29 metros e 45,28 metros de largura, com capacidade para transportar 10.700 TEUs, movimentou, durante alguns dias, 1.500 contêineres no Tecon Suape.




Últimas Notícias

Notícias

© Copyright 2000-2014 Editora Bittencourt