domingo, 21 de abril de 2024
06/02/2024 11:51

Movimentação de cargas aéreas cresce 25,3% em Santa Catarina


A movimentação de cargas nos aeroportos de Santa Catarina teve um crescimento de 25,3% em 2023, em relação ao ano anterior. Os dados foram confirmados pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), que divulgou o fechamento dos dados de todo o Brasil. O desempenho catarinense é significativo diante da queda de 1,17% registrada em todo o país.

“Todo o esforço feito pela gestão dos aeroportos conseguiu garantir dados positivo em um ano que foi difícil para o setor e crescer desta forma, enquanto o desempenho geral foi negativo, mostra o quanto há potencial para melhorar ainda mais. A orientação que recebemos do governador Jorginho Mello é dar o apoio necessário para que se continue crescendo”’, avalia o secretário de Porto, Aeroportos e Ferrovias (SPAF), Robison Coelho.

Pelos aeroportos do estado, foram 14,4 mil toneladas, sendo o Aeroporto de Florianópolis o que mais cresceu (32% em relação a 2022). Pela capital foram movimentadas 7,4 mil toneladas em 2023, sendo 4,9 mil de cargas nacionais e 2,4 mil de cargas internacionais.

O ranking de cargas pelo estado segue com Navegantes com 5 mil toneladas, Joinville com 1 mil toneladas, Chapecó com 747 toneladas, Jaguaruna com 142 toneladas e Correia Pinto com 5 toneladas.

PASSAGEIROS

A Anac também divulgou os dados gerais do Brasil e confirmou que pelos aeroportos de Santa Catarina passaram 7,3 milhões de passageiros, um crescimento de 18,4% em relação a 2022. O movimento catarinense corresponde a 3,52% da movimentação nacional, que foi de 208,2 milhões de passageiros. A alta catarinense foi superior à média nacional, que foi de 13,43%.

O ranking de movimentação de passageiros nos aeroportos de SC têm Florianópolis com 3,9 milhões de passageiros, seguido por Navegantes com 2,2 milhões, Chapecó com 600 mil, Joinville com 435 mil, Jaguaruna com 133 mil e Correia Pinto com 25 mil.

REGIONAL

Em relação à Região Sul, Santa Catarina tem a melhor relação de passageiros per capita (1,0), enquanto que no Paraná é de 0,8 e no Rio Grande do Sul é de 0,7. O estado teve 29,2% do total de 25 milhões de passageiros dos três estados da região.

Foto de Marco Favero/Secom




Últimas Notícias

Notícias

© Copyright 2000-2014 Editora Bittencourt