domingo, 14 de julho de 2024
01/07/2024 16:31

Uma nova crise global? Assunto será destaque em painel na Logistique 2024


Uma nova crise global está próxima? Se sim, o que impacta nos riscos para o fenômeno econômico? O tema será destaque no painel "O mundo está a caminho de uma nova crise econômica?" no Logistique Summit, que acontecerá de 23 a 25 de julho, em Balneário Camboriú (SC). 

O seminário integra a programação da Feira Logistique 2024 – evento que conecta a logística e o supply chain no Sul do Brasil – e reunirá alguns dos mais renomados especialistas do setor para debater os principais desafios e perspectivas do cenário econômico internacional. Neste ano, a feira estará em um novo endereço, o Expocentro BC, um dos centros de eventos mais inovadores do Brasil.

No painel, Otaviano Canuto, economista que foi vice-presidente e diretor do Banco Mundial, diretor executivo do Fundo Monetário Internacional (FMI) e vice-presidente do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), alertará sobre os perigos do protecionismo e das políticas isolacionistas. "Governos não devem se iludir com a ideia de que podem salvar suas economias individualmente", afirma Canuto. "Se as grandes economias do mundo seguirem por esse caminho, com tarifas e subsídios, todos perderão no final", completa.

O economista também destacará a importância da diversificação para a resiliência das economias. "Não adianta trazer tudo para casa, pois isso nos torna mais vulneráveis a choques. As empresas também devem buscar proteção contra choques de forma eficiente, sem comprometer a produtividade e a qualidade dos produtos", salienta.

Apesar dos riscos, Canuto não prevê uma crise iminente. "O crescimento global deve desacelerar este ano para algo em torno de 2,9% a 3%, mas ainda acima do nível associado à recessão global", disse. "Os Estados Unidos e a China devem ter crescimentos moderados, enquanto a Europa enfrenta mais desafios devido ao baixo ritmo de crescimento e às incertezas políticas", completa.

Para o futuro, Canuto ressalta a importância de reformas estruturais no Brasil. "O crescimento acima de 2% dependerá de uma nova agenda de reformas, incluindo a reforma tributária, que trará ganhos de produtividade de forma gradual", diz. A taxa de investimento, segundo ele, também precisa aumentar, mas isso é um desafio com a taxa de investimento atual em torno de 16-17% do PIB.

Maria Teresa Bustamante, moderadora do painel, membro do Conselho da Câmara de Comércio Internacional (ICC) e presidente da Câmara de Comércio Exterior da FIESC, complementará a análise com sua visão sobre a nova ordem econômica global. "Vivemos um mundo de transformação digital, em que cada vez mais os trabalhadores estão sendo questionados sobre a nossa capacidade de resiliência frente ao avanço tão vertiginoso de todas essas novas modalidades que a transformação digital nos apresenta", afirma. “Diante desse cenário, segundo ela, torna-se crucial que cidadãos, empresas, empreendedores, investidores e trabalhadores se adaptem e redefinam suas estratégias para prosperar nesse novo ambiente.

Ela também destaca que o mundo digital em constante transformação exige resiliência e adaptabilidade. “A inteligência artificial, representada por ferramentas como o chat GPT, se torna cada vez mais presente, exigindo novas habilidades e competências dos indivíduos”, diz. 

O debate também contará com a participação de Jorge Polydoro, presidente do Grupo Amanhã. Os especialistas destacarão a importância do diálogo e da cooperação internacional para enfrentar os desafios da economia global. 

Sobre a Logistique

A Feira Logistique é um dos maiores e mais importantes eventos do setor logístico no Brasil, que reúne empresas, profissionais, entidades e autoridades do segmento. O evento tem como objetivo apresentar as novidades, as tendências e as soluções para os desafios logísticos dos principais setores que movimentam a economia nacional, como a indústria e o agronegócio.

A partir deste ano, a Feira Logistique passa a ter um novo posicionamento: conectar as principais cadeias e fluxos logísticos do Sul ao mercado global. Com isso, o evento expande o seu foco, abrangendo todas as interfaces da cadeia logística, transporte multimodal, comércio internacional, intralogística e supply chain. Ao ampliar o escopo, o evento oferece uma diversidade maior de soluções, atendendo as necessidades dos principais segmentos e possibilitando mais inovação e networking entre o setor.

Santa Catarina é um importante hub logístico, portuário e industrial do país, que movimenta grandes volumes de cargas, demandando por enorme volume de serviços e produtos logísticos

Mudança de local

A Feira Logistique e o Logistique Summit serão realizados em Balneário Camboriú, no estado de Santa Catarina, entre os dias 23 e 25 de julho de 2024. A escolha do local é para atender as necessidades de ampliação e nova estruturação do evento, que passa a contemplar de forma mais efetiva o setor logístico nacional. Além disso, Balneário Camboriú é uma cidade turística, que oferece uma excelente infraestrutura, comodidade e lazer para os visitantes do evento.

 




Últimas Notícias

Notícias

© Copyright 2000-2014 Editora Bittencourt