sexta, 12 de agosto de 2022
14/12/2021 16:13

Confira as tendências e o comportamento de consumo no Natal em SC


O comportamento do consumidor neste Natal deve refletir as mudanças desencadeadas pela pandemia. Pesquisa da Fecomércio SC realizada em sete cidades mapeou algumas tendências e a intenção de compras em Santa Catarina.

A data é a mais esperada do ano pelos empresários e movimenta diferentes segmentos do comércio e serviços. “Com parcela considerável da população imunizada e a reaberturas das atividades econômicas , o final desse ano e inicio do próximo trazem expectativas positivas para o comércio, principalmente, se compararmos com o cenário do ano anterior”, avalia o vice-presidente da Fecomércio SC, Emilio Schramm.

Confira a Pesquisa de Natal 2021

– Preço em primeiro lugar

A pesquisa de preços não é apenas uma alternativa para economizar e passou a ser um hábito recorrente diante da inflação, incertezas econômicas e diminuição do poder de compra. Neste Natal, 87,6% pretendem realizar pesquisa de preço, alta de 8,3 p.p em relação a 2020. O índice também é o mais expressivo entre as datas comemorativas: Dia das Mães (76,1%), Dia dos Namorados (78,8%), Dia dos Pais (79,4%) e Dia das Crianças (81,0%).

O preço (39,4%) será determinante na escolha do estabelecimento, seguido pela qualidade do produto (26,1%) e atendimento (20,7%).

Leia também:

Panorama traça perfil do consumidor nas datas comemorativas

88,4% dos consumidores catarinenses estão realizando ações para driblar inflação

– Cautela nos gastos 

Os consumidores devem gastar R$ 434,36 neste Natal, queda de 3,9% frente a 2020. A possível redução no valor  pode estar relacionada às promoções da Black Friday, realizadas em novembro. Em pesquisa da Fecomércio SC, 16% dos consumidores relataram que iriam adiantar as compras de Natal naquele momento.

pretensão de utilizar o 13º para compras de Natal também vem recuando, segundo levantamento da entidade.

As roupas (35,6%), brinquedos (22,8%) e calçado (15,7%) estão no topo da lista de presentes. Dados apontam que oito em cada dez catarinenses estão cautelosos com compras grandes. 

– Formas de pagamento

A intenção de compra à vista em dinheiro vem perdendo espaço nas datas comemorativas. A forma de pagamento foi a mais lembrada (46,1%) pelos catarinenses, à frendo do cartão de débito (17,6%) e cartão de crédito (13,3%), porém recuou 6,1 p.p em relação a 2020 e 23,7 p.p a 2019.

– Compra presencial

A maioria dos catarinenses (80,7%) deve comprar em lojas físicas, mas a participação caiu bastante em relação a 2019 (91,2%). O comércio de rua (56,0%) é o principal destino de compras dos consumidores, no entanto, a Internet avançou e já representa 17,3% da preferência, alta em relação a 2020 (16%) e 2019 (5,4%).

Confira o panorama do Estado, dos municípios e setores:

Clica na  para abrir em tela cheia


Foram entrevistadas 2.071 pessoas, no período entre os dias 04 e 25 de novembro de 2021, nas cidades de Chapecó, Lages, Florianópolis, Criciúma, Joinville, Itajaí e Blumenau. 




Últimas Notícias

Notícias

© Copyright 2000-2014 Editora Bittencourt