segunda, 30 de março de 2020
30/03/2020 10:46

Pesquisa com 200 empresários avalia impactos do coronavírus em SC


Os reflexos da pandemia do coronavírus na economia em Santa Catarina ainda não podem ser quantificados, mas a sondagem feita pela Fecomércio com 200 empresários aponta que o cenário pela frente será desafiador.

O levantamento traz informações sobre o panorama antes e durante a pandemia, além das ações adotadas pelas empresas para lidar com a situação.

Os dados foram apurados entre os dias 24 e 26 de março, com empresas de diversos setores no estado.

“As incertezas dos empresários em relação às consequências da pandemia nos negócios reforça a necessidade de medidas rápidas e efetivas. Diante dessa nova realidade, governos federal, estadual e municipais precisam apresentar alternativas e soluções para o mercado se recompor, garantindo assim a manutenção do emprego e da renda em Santa Catarina”, avalia o presidente da Fecomércio SC, Bruno Breithaupt.

Confira alguns pontos destacados na pesquisa:

SETOR
Varejista: 51,5%
Serviços: 42,5%
Atacadista: 6%

TAMANHO
Até 10 funcionários: 66%
De 10 a 30 funcionários: 20,5%
De 30 a 50 funcionários: 4,5%
Mais de 50 funcionários: 9%

CATEGORIA DA ATIVIDADE
Não essenciais: 78%
Essenciais: 22%

CANAL DE VENDAS
Venda física: 91,5%
Redes sociais: 36%
E-commerce: 22,5%
Telemarketing: 15%
Marketplace: 8%
Outro: 7,5%

AFASTAMENTO ANTES DOS DECRETOS
Não: 90%
Sim: 10%

MOTIVOS DE AFASTAMENTO
Sim, para ficar com filhos/dependentes: 45%
Sim, pois apresentou atestado: 30%
Sim, pois teve contato com pessoas suspeitas de ter o vírus: 25%
Sim, pois apresentou sintomas: 25%

PROBLEMAS DE ABASTECIMENTO NO INÍCIO DA PANDEMIA
Não: 42%
Sim: 31,5%
Não se aplica: 26,5%

PERCEPÇÃO DE FATURAMENTO
Reduziu: 93%
Permaneceu igual: 6%
Aumentou: 1%

AÇÕES CONTRA PANDEMIA
Sim: 90%
Não: 10%

AJUSTES EM RELAÇÃO AOS FUNCIONÁRIOS
Sim: 85%
Não: 15%

Com informações de: Economia SC




Últimas Notícias

Notícias

© Copyright 2000-2014 Editora Bittencourt