terça, 21 de maio de 2024
26/01/2024 17:33

Porto de São Francisco alcança maior movimentação de carga da história

No balanço de 2023, a administração do Porto de São Francisco do Sul apresentou as dez principais realizações, obras e conquistas do ano

Recorde na movimentação portuária e investimentos da ordem de R$ 25 milhões foram alguns dos destaques apontados pela administração do Porto de São Francisco na apresentação do balanço do ano. Confira

Porto atinge maior movimentação de carga da história

A movimentação de mercadorias do Porto de São Francisco do Sul, em 2023, chegou a 16,9 milhões de toneladas, um aumento de 34% com relação a 2022 (12,6 milhões). O resultado representa o recorde histórico na movimentação anual do terminal portuário do Norte catarinense, superando os 13,6 milhões de toneladas de 2021, o melhor rendimento até agora.

As exportações foram responsáveis por 60% do fluxo de produtos que passaram pelo Porto em 2023, com 10,2 milhões de toneladas. Os maiores volumes operados no ano foram de grãos, com 9,6 milhões de toneladas (soja, 5 milhões, e milho, 4,6 milhões), seguido pelo óleo vegetal (250 mil litros) e madeiras, (196 mil toneladas). As importações alcançaram 6,7 milhões de toneladas, com destaque para os fertilizantes (2,8 milhões).

 Investimento na infraestrutura chega a R$ 25,3 milhões

Com o objetivo de melhorar a infraestrutura e agilizar a movimentação de cargas, o Porto realizou diversos investimentos ao longo do ano que alcançaram R$ 25 milhões. A manutenção de equipamentos no corredor de exportação e Terminal Graneleiro, por exemplo, superou os R$ 9 milhões e a pavimentação da área operacional do Porto e das vias internas do Terminal Graneleiro chegou a R$ 3,5 milhões. A tecnologia também foi contemplada com R$ 1,3 milhão utilizados na aquisição de sistemas de videomonitoramento (Circuito Fechado de Televisão).

Ainda houve investimentos na manutenção da sinalização náutica (R$ 1,5 milhão) e de cabeços e defensas (R$ 471 mil) e contratação de batimetria (R$ 289 mil), além da recuperação e manutenção das balanças rodoviárias (R$ 2,5 milhão) e implantação do gerador de emergência para shiploaders (R$ 400 mil), permitindo que continuem operando em caso de queda de energia.

Abertura de novo acesso, com tecnologia inovadora

Um novo gate, com três novas balanças rodoviárias, agilizou a movimentação de caminhões a partir de julho. Assim, o Porto passou a contar com cinco balanças, o que permitiu triplicar o fluxo diário de veículos no Porto, de 500 para 1,5 mil. Entre as inovações do novo acesso está o reconhecimento biométrico dos motoristas, por meio da palma da mão, o que torna São Francisco o primeiro porto público do país a contar com esse tipo de tecnologia.

Complexo portuário negocia com 41 países, em cinco continentes

Os países da Ásia são os principais parceiros comerciais do complexo portuário de São Francisco do Sul, concentrando 62% da movimentação de carga. Para esse continente são exportados, maiormente, soja e milho; e importados, aço e fertilizantes. O restante das mercadorias é negociada na América do Sul (18%), América do Norte (10%), Europa (8%), África (2%) e Oceania (0,1%).

Triplica a exportação de milho

Sessenta e sete navios partiram de São Francisco do Sul este ano carregando 4,5 milhões de toneladas de milho, principalmente, para a China. O número representa um aumento de 180% com relação ao mesmo período de 2022, quando foram exportadas 1,6 milhão toneladas do grão. Além da supersafra de milho no Brasil, o recorde na exportação a partir de São Francisco foi alavancado pela certificação sanitária concedida pela China ao Porto, em maio.

De toda a soja exportada pelo Brasil para China, 7% saiu do Porto

O Brasil exportou 75 milhões de toneladas de soja para a China este ano. Desse total, 5,1 milhões de toneladas foram embarcadas no Porto de São Francisco do Sul, representando 7% dos grãos. O resultado de 2023 foi 64% superior a 2022, quando foram exportados 3,1 milhões de toneladas.

Porto abre as portas e recebe 505 visitantes

O programa de visitação ao Porto, que começou em julho, recebeu, até o mês de dezembro, 505 visitantes. A iniciativa, em parceria com a Receita Federal, trouxe um público diversificado para conhecer as instalações portuárias. Prioritariamente, o programa contemplou alunos da rede pública de São Francisco do Sul e de forma gradual foi se estendendo para outras entidades e instituições de ensino.

Habilitação para exportar milho à China

O Terminal Graneleiro do Porto atende a todos os requisitos sanitários e aos padrões de qualidade exigidos pela China para exportação de milho. Por isso, em maio, recebeu habilitação do Ministério da Agricultura do Brasil, que permite o embarque do grão ao país asiático. A certificação garante, ainda, que o terminal portuário cumpre exigências como quarentena, transporte, armazenamento e processamento adequado do cereal.

Garantida a manutenção da certificação ISO 9001 e 14001

Após uma auditoria externa realizada em junho pela empresa QMS do Brasil, foi constatado que o Porto de São Francisco continua atendendo aos requisitos estabelecidos para a Certificação ISO 9001 (de Gestão da Qualidade) e 14001 (de Gestão Ambiental), ambas na última versão: 2015. O Porto conquistou a certificação ISO em julho de 2022, o que possibilitou o ingresso de São Francisco do Sul em um seleto grupo de portos públicos certificados.

Concluída revitalização do TG, com nova malha ferroviária

Os trens que abastecem o Terminal Graneleiro conseguem manobrar com mais agilidade desde julho quando as obras de revitalização da linha férrea interna foram finalizadas. Foram melhoramentos em 500 metros da malha ferroviária (em dois trechos), incluindo 300 metros que estavam desativados desde 2019. Assim, os trens podem usar duas vias diferentes: uma para a entrada de vagões carregados e outra para a saída dos vazios. A logística permite ampliar a capacidade de carga e descarga do espaço.

Fonte: Assessoria de Comunicação do Porto de São Francisco do Sul




Últimas Notícias

Notícias

© Copyright 2000-2014 Editora Bittencourt