terça, 21 de maio de 2024
22/01/2024 18:11

GOVERNO HOLANDÊS ENVIA REPRESENTANTE PARA AVALIAR OPORTUNIDADES DE INVESTIMENTOS NO COMPLEXO PORTUÁRIO DO RIO GRANDE


A agenda internacional 2024 da Portos RS foi aberta, na última semana, com uma visita realizada pelo gerente de projetos da empresa Nestra, Ties Herrie de Leijer, profissional contratado pelo governo da Holanda com o objetivo de fazer um estudo para detectar oportunidades de negócios para empresas holandesas. Atualmente, o país europeu tem trabalhado com a produção de Hidrogênio Verde, a partir da geração de energia por meio de recursos renováveis, atividade que deve ganhar força no estado nos próximos anos.

 A visita de Ties Herrie é uma consequência da participação da Portos RS na edição 2023 da Europort, o maior evento portuário da Europa, que aconteceu durante o mês de novembro, em Rotterdam. Durante a visita em Rio Grande o presidente da Portos RS, Cristiano Klinger, além de apresentar a infraestrutura do complexo portuário, também falou sobre os estudos realizados pelo governo do estado que tornam os portos gaúchos o elo logístico para o desenvolvimento de projetos energéticos.

 Durante a passagem por Rio Grande, Leijer conheceu o complexo portuário do Rio Grande sob a perspectiva do mar, ocasião em que pode verificar as empresas instaladas no distrito industrial. Ele ainda visitou o Estaleiro Rio Grande (ERG), onde as empresas Ecovix e Gerdau estão trabalhando juntas no processo de desmantelamento ecológico da plataforma P-32 que pertenceu à Petrobras, o Estaleiro EBR, em São José do Norte, e a Refinaria de Petróleo Riograndense, a primeira biorrefinaria do país.

 

Ties explicou que o estudo visa identificar oportunidades para empresas holandesas nas áreas de desenvolvimento portuário, logística e energia renovável, em especial energia eólica offshore e hidrogênio verde, em portos brasileiros incluindo Pecém, Paranaguá e Rio Grande.

 

“O estudo busca entender as necessidades e demandas específicas desses portos, as potenciais contribuições da tecnologia e conhecimentos holandeses, além das lacunas existentes nas cadeias de valor atuais que a expertise holandesa pode preencher. Além disso, explora oportunidades de colaboração entre empresas holandesas e contrapartes internacionais no Brasil, considerando nichos de mercado, planos de investimento e condições favoráveis nas áreas geográficas focais”. 

De acordo com o presidente da Portos RS, Cristiano Klinger, os portos, assim como os aeroportos, funcionam como portas de entrada e saída do país e a interação com outros povos torna-se inerente. “Antes, por conta também da falta de recursos para investimentos, o Porto do Rio Grande era mais reativo. Com a criação e consolidação da empresa pública, estamos virando a chave e passando a ser propositivos nessas relações internacionais”, afirmou.

 A empresa para qual Ties presta serviços estará presente na missão holandesa ao Porto do Rio Grande que deverá acontecer no mês de março.




Últimas Notícias

Notícias

© Copyright 2000-2014 Editora Bittencourt