terça, 21 de maio de 2024
17/01/2024 11:05

Complexo Portuário do Rio Itajaí Açu fecha 2023 com mais de 14 milhões de toneladas movimentadas

Porto de Itajaí registrou ao longo do ano com diversas operações de carga geral

No mês de dezembro, o Complexo Portuário do Rio Itajaí-Açu atingiu um volume total de movimentação de carga de 1.482.782 toneladas. Desse montante, 590.695 toneladas foram destinadas à exportação, enquanto 892.087 toneladas foram direcionadas à importação. No acumulado do ano, de janeiro a dezembro, o Complexo Portuário movimentou um total de 14.965.499 toneladas.

Em relação às operações de contêineres/TEU’s (Unidades equivalentes a um contêiner de 20 pés), foram movimentados 129.863 TEU’s em dezembro, totalizando 1.296.678 TEU’s desde o início de 2023.

No que tange às operações com navios, o mês de dezembro registrou o movimento de 78 embarcações, distribuídas junto aos Terminais de Uso Privado em: 51 no TUP Portonave, 14 no Porto de Itajaí, 01 no TUP TEPORTI, 07 no TUP Barra do Rio, e 05 atracações no TUP da Braskarne.

No Porto de Itajaí, a movimentação total de cargas atingiu 62.670 toneladas em dezembro, somando um acumulado anual de 370.882 toneladas.

No Terminal Portonave (Porto de Navegantes), a movimentação em dezembro totalizou 1.383.944 toneladas com 129.863 TEU’s. No acumulado de janeiro até o final de 2023, o complexo movimentou 14.366.522 toneladas e 1.296.289 TEU’s.

As manobras nas áreas das Bacias de Evolução 01 e 02 totalizaram 78 giros em dezembro, sendo 32 giros na Bacia da Evolução 01 (em frente aos berços 01 e 02 do Porto de Itajaí e Portonave), 37 na Bacia 02 (Baia Afonso Wippel) e outras 09 manobras nos terminais a montante. No acumulado do ano, de janeiro até dezembro, foram registrados 835 giros nas áreas de bacia.

"Considerando as atuais circunstâncias que o porto de Itajaí enfrentou ao longo deste ano, mesmo sem as operações com cargas de contêineres, tivemos ainda um desempenho equilibrado quanto as operações com carga geral. Não houveram interrupções em suas movimentações, destacando-se com diversas operações onde podemos incluir embarcações com cargas de celulose, Roll On Roll Off (desembarque de veículos importados das montadoras BMW e GM), operações com cargas de barras de ferro, vergalhões perfilados, bobinas de aço, açúcar e fertilizantes. Ainda ao final da última temporada de cruzeiros marítimos (2022-2023), tivemos um número expressivo de atracações de transatlânticos, proporcionando um incremento positivo em nossas estatísticas. Para este ano de 2024, teremos muitas novidades quanto ao retorno com operações de cargas de contêineres na área arrendada, e, assim, nosso porto voltará a figurar entre os principais portos de Santa Catarina e do país.", ressaltou o Superintendente do Porto de Itajaí, Fábio da Veiga.

Quanto aos demais Terminais de Uso Privado (TUPs), a Braskarne registrou uma movimentação de 29.397 toneladas em dezembro e 86.228 no acumulado do ano. Já o terminal TEPORTI apresentou uma movimentação de 6.771 toneladas no mesmo mês e 122.651 em 2023.

Em dezembro, o Porto de Itajaí recebeu o navio Adriatic Highway (Roll On Roll Off), de bandeira japonesa, com 199,97 metros de comprimento por 32,26 metros de largura, transportando a bordo 487 veículos das montadoras BMW e General Motors (GM). Também recebeu, pela primeira vez, o navio NJ SUN, transportando 34.598 toneladas de aço em vergalhões e bobinas. O mês de dezembro finalizou para o porto de Itajaí, com a atracação de novas escalas de cruzeiros totalizando nesta nova temporada 2023-2024, 41 operações na cidade, praticamente o dobro da temporada passada. Até abril deste ano, toda semana um transatlântico estará atracado no porto de Itajaí, onde são esperados 110 mil turistas que estarão passando pela cidade. A estimativa é que esta temporada movimente mais de R$ 60 milhões.

Obs.: O relatório completo de estatísticas referente ao mês de dezembro de 2023 pode ser conferido no link abaixo:

https://www.portoitajai.com.br/estatistica-de-dezembro-de-2023




Últimas Notícias

Notícias

© Copyright 2000-2014 Editora Bittencourt