quinta, 11 de agosto de 2022
30/06/2022 09:42

Exportações do setor têxtil e de confecção crescem 29,61% no primeiro quadrimestre


Conforme informações compiladas pela Associação Brasileira da Indústria Têxtil e de Confecção (Abit), com base em dados do Comex, as exportações do setor foram de US$396,3 milhões no acumulado dos primeiros quatro meses de 2022, significando aumento de 29,61% em relação a igual período de 2021. O movimento foi impulsionado pelo aumento das vendas a países vizinhos, como Argentina (+36,2%), Colômbia (+61,64%) e Peru (+56,8%).

As importações cresceram 9,82%, alcançando US$1,89 bilhão. O aumento foi influenciado pelo preço médio do produto estrangeiro no período (+38,9%), e pela participação do vestuário no período -- que passou de 28% para 35% do valor importado.

Embora a expansão das compras tenha sido bem menor do que a das vendas no fluxo do comércio exterior, se observa déficit na balança comercial, que foi de US$1,49 bilhão no quadrimestre.

Os indicadores específicos de abril mostram crescimento de 5,83% das importações ante o mesmo mês de 2021, alcançando US$369,1 milhões. Até o momento, abril foi o mês que registrou o menor volume de importação no ano, ficando 36,1% abaixo do ocorrido em março de 2022. As exportações foram de US$ 107,85 milhões, com alta de 20,13%, também em relação a 2021.

Vestuário

As importações no segmento de roupas, no primeiro quadrimestre de 2022, totalizaram US$576,9 milhões, com alta de 42,56% em relação ao mesmo período de 2021. Em abril, foram de US$97,2 milhões, sendo o mês em que menos se importou vestuário em 2022, com uma queda de 53,5% em relação a março.

As exportações de vestuário no período de quatro meses atingiram US$58,2 milhões, uma elevação de 43,61%. Em abril, foram de US$17,4 milhões, subindo 35,81% ante o mesmo mês de 2021.

Volume  

Comparado com o quadrimestre do ano passado, as importações da indústria têxtil e de confecção foram de 473.441 toneladas, com queda de 20,96%. Em abril, alcançaram 97.857 toneladas, representando redução de 14,51%. Nas mesmas bases de comparação, as exportações no quadrimestre, de 70.776 toneladas e em abril, de 17.197 toneladas, aumentaram 9,26% 13,77%, respectivamente.
 




Últimas Notícias

Notícias

© Copyright 2000-2014 Editora Bittencourt