sexta, 12 de agosto de 2022
26/04/2022 16:59

Nove empresas lançam aliança para democratizar carro elétrico no Brasil

• Entre as empresas aliadas estão CAOA Chery, Ipiranga, Movida, Raízen, Tupinambá Energia, Unidas e Zletric

 Nove empresas lançam aliança para democratizar carro elétrico no Brasil

 

  • Fundada pela 99, união vai impulsionar produção, adoção e infraestrutura para veículos sustentáveis
  • Entre as empresas aliadas estão CAOA Chery, Ipiranga, Movida, Raízen, Tupinambá Energia, Unidas e Zletric
  • Com pacto, 99 visa aumentar participação de elétricos para 10% das vendas, criar 10 mil pontos de carregamento e chegar a 100% da frota do app até 2030

 

São Paulo, abril de 2022 - Nove empresas do setor de mobilidade urbana estão se unindo para lançar uma coalizão que pretende democratizar os carros elétricos no Brasil. Chamada Aliança pela Mobilidade Sustentável, a iniciativa é liderada pela 99 e visa impulsionar a infraestrutura para veículos sustentáveis no país. Entre as empresas aliadas, estão CAOA Chery, Ipiranga, Movida, Raízen, Tupinambá Energia, Unidas e Zletric. As principais metas da 99 com a parceria são: aumentar a participação de carros elétricos para 10% das vendas, criar 10 mil estações públicas de carregamento e ter 100% da frota do app até 2030.

 

 
 
 

"Executivos em reunião de assinatura do acordo, na Casa99 em São Paulo"

Foto: Mário Miranda

De acordo com os membros da aliança, o objetivo é que veículos de matriz energética mais limpa sejam acessíveis aos motoristas parceiros da 99, em termos financeiros e de infraestrutura. A missão da parceria contribuir para o desenvolvimento do futuro do transporte urbano tornando as cidades mais verdes e seguras, e se inspira em dois dos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável das Nações Unidas:

 

  • Garantir o acesso a fontes de energia limpas e acessíveis (item 7);
  • Tornar as cidades e comunidades mais inclusivas e sustentáveis (Item 11).

 

Para viabilizar o modelo no país, a aliança mira discutir formas para impulsionar toda a infraestrutura necessária à eletrificação da frota brasileira: criando postos públicos de recarga, diminuindo as barreiras para a aquisição de carros elétricos, facilitando seu aluguel entre motoristas de aplicativo, fornecendo apoio às montadoras e às outras empresas da cadeia, como fornecedores de peças para esses veículos, além do monitoramento da recepção pelo público.

 

“A adoção de carros elétricos subiu 100% em um ano. Esses automóveis possuem menos impacto ambiental, preservam a saúde das pessoas e também reduzem custos com combustível em até 75%, mas ainda são muito mais caros do que os convencionais”, diz Thiago Hipólito, diretor do DriverLAb da 99. “Construímos a aliança para deixar esses modelos mais acessíveis para os motoristas e para as pessoas que mais precisam deles."

 

A parceria é mais uma ação construída por meio do DriverLAB, centro de inovações da 99 que é 100% focado nos motoristas parceiros. Anunciado em 15 de março com investimento previsto de R$250 milhões nos próximos 3 anos, sendo R$100 milhões em 2022, o objetivo do DriverLAB é proporcionar mais bem-estar aos motoristas parceiros, com soluções de cuidado que ampliam seus ganhos, diminuem seus custos e promovem mais acesso a serviços.

 

Para alcançar compromissos e fornecer benefícios de longo prazo, por meio da aliança, a 99 tem uma série de metas para os próximos anos:

 

  • Aumentar a participação dos veículos elétricos entre carros novos para 10% das vendas até 2025 (hoje o índice é de 2%);
  • Criar 10 mil estações públicas de carregamento em todo o Brasil até 2025 (atualmente existem cerca de 1.500);
  • Lançar, no mínimo, 300 automóveis elétricos da 99 ainda esse ano, com objetivo de chegar a 10 mil até 2025 e 100% da frota até 2030;
  • Chegar à emissão zero de carbono pela 99 até 2030 (hoje, 48% das emissões de CO2 são do setor de transporte no Brasil);
  • Adotar a cidade de São Paulo como pólo pioneiro para implementação de programas a fim de inspirar outras regiões do país.

 

Compromisso com um futuro sustentável

 

Segundo Hipólito, da 99, o fato de o aplicativo ter 750 mil motoristas parceiros em atuação fornece grande escala para incentivar a demanda por carros elétricos e negociar melhores margens de custos de produção: “a gente é capaz de girar toda a indústria e favorecer o consumidor, seja ele condutor de app ou não”.

 

A ideia é unir a indústria -- incluindo setores de abastecimento, manufatura, locação e transporte por aplicativo -- para combinar especialidades de diferentes mercados e alavancar o desenvolvimento de todo o ecossistema. Por exemplo, assim como os motoristas de aplicativo dependem das montadoras e locadoras para conseguir veículos, os automóveis dependem de combustível -- é um ciclo.

 

“Temos experiência no mercado chinês, onde operamos mais de 30% de todas as estações de carregamento públicas por uma rede de parcerias. Esse conhecimento é vital para planejar a infraestrutura no Brasil”, afirma Hipolito.

 

A aliança pretende, ainda, envolver cada vez mais parceiros ao longo do tempo, incluindo a iniciativa privada, o poder público e o terceiro setor.


Veja o infográfico abaixo:
 

 
 
 

 

Parceiros - Aliança pela Mobilidade Sustentável
 

CAOA Chery

 
 

“A revolução da mobilidade urbana com veículos elétricos e híbridos já é uma realidade global e agora começa a chegar ao Brasil. São iniciativas como essa que vão fortalecer a mudança de paradigma no cenário brasileiro e estimular o país a desenvolver uma infraestrutura compatível com essa nova forma de dirigir. A longo prazo, isso pode beneficiar os custos de produção e a mudança para veículos cada vez menos poluentes”, diz Ethan Zhang, CEO da marca CAOA Chery no Brasil.
Referência em Qualidade, Tecnologia e Design, a CAOA CHERY, desde 2019, investe em sua estratégia de comercialização de veículos com novas matrizes energéticas no Brasil. Chamado de “New Energy”, o projeto teve início com o lançamento do Arrizo 5e, primeiro sedan com motorização 100% elétrica a ser comercializado no Brasil.
 

IPIRANGA

 
 

“Vivemos um momento de múltiplas transformações e não temos dúvidas sobre a mobilidade elétrica. Aqui na Ipiranga, acreditamos em parcerias, principalmente quando falamos de algo novo, com muito a aprender. O futuro da mobilidade urbana precisa ser discutido e construído em conjunto. Alianças são necessárias e bem-vindas para acelerar esse processo de transformação”, afirma Gisele Saveriano de Benedetto, coordenadora da Energia Ipiranga Produtos de Petróleo. 

 

A Ipiranga é uma plataforma de mobilidade e conveniência que facilita o dia a dia das pessoas e está comprometida com a inovação e o futuro da mobilidade urbana. São mais de 7 mil postos e 6 mil grandes clientes, além do maior programa de fidelidade do Brasil, o Km de Vantagens, com mais de 36 milhões de participantes. A Ipiranga também é uma empresa cidadã, comprometida com iniciativas de descarbonização com o Programa Carbono Zero e o Saúde na Estrada, um dos maiores projetos nacionais para cuidados e bem-estar do caminhoneiro. A empresa é signatária do Pacto Global e está alinhada aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU

 

MOVIDA
 

 
 

“A pauta da sustentabilidade é uma das prioridades da Movida. Apoiamos e implementamos diversos projetos nessa área e um deles é a disponibilização de carros

elétricos aos nossos clientes. Temos como meta eletrificar nossa frota em 20% e reduzir em 30% nossa intensidade de emissões de Gases Efeito Estufa até 2030 e essa aliança comercial nos ajudará a unir forças para democratizar, estimular e implementar a cultura do carro elétrico no país, oferecendo soluções de mobilidade que estejam alinhadas à preservação do meio ambiente”, ressalta Jamyl Jarrus, diretor executivo de Vendas e Marketing da Movida.

A MOVIDA é uma empresa de aluguel de carros que conta com a frota mais nova e completa do país. Foi a primeira locadora a disponibilizar carros elétricos e é, atualmente, a que conta com a maior frota deste tipo de veículo para locação. Antenada aos novos tempos, investe em sustentabilidade. No Brasil, foi a primeira a ter um programa como o Carbon Free, que neutraliza as emissões de CO2 das locações dos seus clientes, e também é a primeira locadora de veículos no mundo, listada em bolsa, a receber a Certificação de Empresa B, fazendo parte de um seleto grupo de companhias que têm como modelo de negócios o desenvolvimento socioambiental.

 

RAÍZEN
 

 
 

“A proposta da união vai de encontro à ambição da Raízen de redefinir o futuro da energia. A eletromobilidade é uma tendência global e o Brasil, além de possuir uma vasta oferta de fontes renováveis, também dispõe do etanol da cana-de-açúcar, o que permite um modelo híbrido em conjunto com o elétrico, garantindo uma redução de emissões muito maior. A descarbonização é um papel de todos, e a Raízen se coloca como uma provedora de soluções que visam um futuro mais limpo e sustentável, seja em ofertas a parceiros ou aos consumidores finais”, analisou Rafael Rebello, Diretor de Soluções de Energia & Renováveis da Raízen.

A Raízen é uma referência global em bioenergia que atua com um ecossistema integrado de negócios: desde o cultivo e processamento da cana em nossos parques de bioenergia, até a comercialização, logística e distribuição de combustíveis. A Raízen investe continuamente em inovação e na ampliação do portfólio de renováveis para liderar a transição energética e redefinir o futuro da energia. Como licenciada da marca Shell, a Raízen possui uma rede de revendedores de 7.300 postos que estampam a marca Shell no Brasil, na Argentina e no Paraguai que atendem milhões de consumidores diariamente em suas jornadas, oferecendo desde os exclusivos combustíveis da família Shell V-Power até praticidade e benefícios na hora do pagamento com o aplicativo Shell Box.
 

TUPINAMBÁ

 
 

“Tupinambá, é um dos principais fornecedores de infraestrutura de recarga do Brasil, por isso vemos a eletrificação da frota urbana como a única maneira de direcionar nosso futuro para longe das emissões nocivas e do custo cada vez maior dos combustíveis” O fornecimento de veículos competitivos e com preços justos ainda é um desafio. A implantação de uma sofisticada rede de carregadores é outro, desafio que Tupinambá e Raízen decidiram enfrentar em conjunto”, afirma Davi Bertoncello, CEO da Tupinambá Energia.

 

Com menos de cinco anos de mercado, a Tupinambá Energia é a responsável por criar o primeiro aplicativo brasileiro de interligação de pontos de eletroabastecimento do país. A proposta primária da empresa é elevar o patamar de infraestrutura do segmento de carros elétricos para níveis compatíveis com os mercados mais maduros como Noruega, Estados Unidos e China criando uma nova camada de serviços e possibilidades relacionadas a eletrificação veicular.

 

UNIDAS

 
 

“O segmento de veículos eletrificados está crescendo em todo o mundo. A Unidas sempre foi inovadora e optamos por assumir a liderança na oferta desses veículos ao mercado. Queremos reafirmar nosso propósito de oferece

r o portfólio mais completo de soluções de mobilidade do mercado. Nossa participação nesta aliança reforça nosso compromisso em ouvir nossos clientes, atender suas necessidades e fornecer uma frota moderna e flexível, atuando como vetor de mobilidade no setor”, fala Paulo Chequetti, diretor comercial e franquias Rent a Car.

Com mais de 35 anos de atuação no país, a Unidas é a líder no mercado de terceirização de frotas e a segunda maior locadora de automóveis do Brasil. A Unidas opera com uma frota de mais de 200 mil veículos e mais de 370 lojas em todo o Brasil, atendendo a 3 milhões de clientes no segmento de aluguel de carros e cerca de 3 mil clientes corporativos em terceirização de frotas. A empresa vem sendo uma forte apoiadora da mobilidade sustentável. Recentemente, em parceria com a Voltz, passou a oferecer aluguel de scooters elétricas.
 

ZLETRIC

 
 

“A Aliança envolvendo a 99 e a Zletric vem para somar forças. A parceria de uma rede influente da mobilidade urbana com uma rede robusta de recarga de veículos elétricos reúne praticidade e economia. Demonstramos assim que os veículos elétricos são uma realidade e não mais uma ideia futurista, ” diz Pedro Schaan, CEO da Zletric.

A empresa foi criada em 2019 com o plano de oferecer uma solução inteligente para mobilidade urbana, entregando energia limpa em uma rede de recarga para veículos elétricos. Até o final de maio, a Zletric e a Ecovagas (empresa do grupo Estapar) assinam a fusão das empresas e se tornam a maior rede de recarga de veículos elétricos do Brasil, com mais de 500 pontos.



 




Últimas Notícias

Notícias

© Copyright 2000-2014 Editora Bittencourt