terça, 16 de agosto de 2022
28/03/2022 16:25

Autoridade Portuária de Itajaí completa dois anos de resolução contra à Covid-19

Com objetivo de evitar o contágio, regulamentação foi criada em 2020.

A Superintendência do Porto de Itajaí, em 19 de março de 2020, publicou a Resolução Nº 007 que apresentava medidas para conter a proliferação do coronavírus na sede administrativa, prédio do CIA (Centro Integrado de Atendimento), Guarda Portuária (COSEG), e área portuária.

No mês de março de 2022, a Autoridade Portuária completa seus dois anos, desde que a medida entrou em vigor por meio de Decreto Estadual publicado em 17 de março de 2020. A regulamentação possui sete capítulos que descrevem os protocolos para reduzir a infecção e o contagio pela covid-19, objetivando o melhor enfrentamento da pandemia.

Essa contenção também veio em consonância com Itajaí. Em 18 de março, o município completou dois anos da vacinação em massa, e seu envolvimento com secretarias, fundações e autarquias, como é o caso da Superintendência do Porto de Itajaí, seguiu todas as indicações e normativas propostas, objetivando e garantindo a prevenção da sede administrativa e da área portuária – consolidando sua própria central de monitoramento, com equipamentos de proteção a material educativo.

“Devido ao aumento de casos de Covid-19, o Porto de Itajaí precisou adotar maneiras de lidar com a situação. Portanto, com a resolução estabelecida no mês de março de 2020, seguiu-se com o processo de contenção ao coronavírus, na tentativa de preservar a saúde e integridade dos trabalhadores portuários e demais servidores da sede administrativa. Para nossa alegria, não tivemos o registro de nenhum óbito ocorrido pela Covid-19 ao longo destes dois anos, e, mesmo assim, o porto não parou sequer um dia de atuar tanto em suas operações, e também no setor administrativo. Tivemos que atender a sociedade de forma diferenciada, mas sempre foram atendidos pelo nosso efetivo. Nossos encontros de forma presencial se transformaram por meio de agendas e reuniões através de videoconferências, nossos eventos realizados em nosso auditório tiveram que ser cancelados por um longo período, somente depois, com muita segurança voltamos a fazer nossos encontros de forma hibrida, no modo virtual e presencial, respeitando o distanciamento entre as pessoas, e, acima de tudo, obedecendo todos os protocolos de segurança”, esclareceu o Superintendente do Porto de Itajaí, Fábio da Veiga.

O regime no âmbito da autarquia proporcionou, também, uma equipe de saúde gerenciada pela Coordenação do Meio Ambiente Segurança do Trabalho e Sustentabilidade (COAMB), diariamente à disposição dos servidores para assessorar possíveis casos suspeitos e ativos. Bem como um portal informativo interno, intitulado ‘Boletim Coronavírus’, para melhor identificação dos casos confirmados, curados, suspeitos e descartados, e apresentar aos trabalhadores a atual situação do Porto de Itajaí e Autoridade Portuária.

O Enfrenta Porto, projeto fruto do programa Porto Saudável (COAMB), também colaborou com a contenção e combate à covid-19. Por meio dele, foram realizadas inúmeras sessões de triagens, limpezas de alto nível e monitoramento de 48 horas – realizados pela equipe de saúde. Ao colaborador, caso testasse positivo, ele era afastado e dava-se início a uma limpeza de alto reparo, feito para a prevenção da saúde dos demais trabalhadores na área de serviço onde estava o infectado. O álcool em gel e os tapetes sanitários para limpeza eficiente também eram encontrados nas entradas.

A regulamentação abriu espaço para a criação de outras atividades com fundo educativo dentro do projeto, como a série de Diálogos de Conscientização, Atendimento em saúde e Monitoramento de casos suspeitos e positivos disponíveis ao longo da semana. Porém, devido ao decreto nº 1.769, publicado pelo Governo do Estado em 02 de março de 2022, a Autoridade Portuária atualmente mantém como facultativo o uso de máscaras dentro de sua área administrativa.

Na área portuária, no entanto, o uso de máscaras ainda é mantido como uso obrigatório, seguindo as resoluções propostas pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária, Anvisa, (RDC n º 605 e RDC n º 584) que solicita o uso da máscara na área de contêineres e do distanciamento social nestes estabelecimentos.

“As medidas contra a covid-19 ainda continuam. Houve liberação do uso de máscaras devido ao decreto estadual, que foi aderido pelo município, porém estas medidas, na área portuária, alfandegária, continuam sendo necessárias, e, no prédio da Superintendência do Porto de Itajaí, estão sendo disponibilizando na parte do setor de cadastramento”, esclarece Médelin Pitrez dos Santos, Coordenadora do Meio Ambiente, Segurança do Trabalho e Sustentabilidade.

Dessa forma, a regulamentação implantada no mês de março de 2020, assim como o Enfrenta Porto, com um enfoque maior em retirar dúvidas e informativos educativos, permitiram que a segurança nos ambientes da superintendência e área portuária existisse, e o números de pessoas infectadas fosse reduzido, o que proporcionou locais de livre acesso, e distante de casos que provocassem o aumento da transmissão.

“Esse assessoramento dos trabalhadores foi muito importante, porque com o monitoramento virtual eles se sentiram acolhidos, ajudados, e isso também serviu para reduzir a preocupação e tirar as dúvidas deles. A equipe de saúde teve um papel importante e ajudou muito nesse sentido”, conclui Médelin.




Últimas Notícias

Notícias

© Copyright 2000-2014 Editora Bittencourt