sábado, 23 de outubro de 2021
24/03/2021 16:18

Menos de 15% dos trabalhadores do Porto de Itajaí foram infectados em um ano de pandemia

Informação e diálogos foram apontados como primordiais para evitar contaminações

Neste mês de março completou-se um ano desde o início da pandemia, agora, após um longo e preocupante ano, a Superintendência do Porto de Itajaí, na condição de Autoridade Portuária, pôde realmente estimar o percentual de trabalhadores infectados neste período e identificar se as medidas de prevenção adotadas foram eficazes.

 

O Porto de Itajaí tem aproximadamente mil trabalhadores portuários em atividade e apenas 14,80% do quadro de colaboradores foram infectados entre março de 2020 e março de 2021.

 

Desde que a pandemia foi decretada, por tratar de ser um serviço essencial, o complexo portuário não parou suas atividades nenhum dia. Sendo assim, a rotina de todos no Porto de Itajaí teve de ser adequada antes mesmo do vírus chegar ao Brasil, por se tratar de uma área Alfandegada. Antes das máscaras se tornarem obrigatórias em todos os ambientes e lugares, elas já tinham se tornado parte do equipamento de proteção individual dos trabalhadores de algumas áreas do Porto de Itajaí.

 

Enfrenta Porto

Mesmo com implantação de diversas medidas estruturais para conter a disseminação do vírus, como marcações em acentos e piso para delimitar o distanciamento; disponibilização de dispensers de álcool; lavatórios para lavagem das mãos espalhados pela área portuária; placas de orientação; tapetes sanitizantes; máscaras e luvas descartáveis; entre outras medidas, a Autoridade Portuária de Itajaí identificou que orientação e informação segura eram precisas e extremamente necessárias.

 

Assim surgiu o Projeto intitulado Enfrenta Porto: Juntos na batalha contra o COVID-19”, ao qual trouxe para a rotina do Porto, profissionais de saúde para orientar os colaboradores sobre questões relacionadas à COVID-19 e saúde em geral, promovendo conscientização e estimulando práticas de prevenção.

 

O Superintendente do Porto de Itajaí, Fábio da Veiga ressalta que o diálogo entre os servidores e profissionais de saúde foi a chave primordial:

 

“Para que nossos colaboradores não se infectassem em massa e vidas fossem perdidas, houve muito controle e orientação para que utilizassem a máscara, além de outras ações que foram primordiais. Dentre todas as ações, destaco o Projeto Enfrenta Porto, que foi e continua sendo extremamente eficiente pela metodologia que foi adotada, pois conscientizar de forma rotineira e contínua se mostrou a melhor forma de prevenção”, conta Fábio.

 

Entre julho de 2020 e março de 2021, foram realizados 124 diálogos de conscientização em saúde. A equipe levantou temas diversos temas, desde o uso correto das máscaras até assuntos relacionados às vacinas.

 

“A informação foi primordial para evitar a contaminação da população portuária. Além das medidas informativas, acredito que a orientação constante e a fiscalização do uso correto da máscara, do distanciamento e uso do álcool gel está diretamente relacionado com o baixo índice de infecção”, destaca Jhon Willian da Rocha, diretor executivo do OGMO – Órgão Gestor de Mão de Obras.

 

Compromisso

O Autoridade Portuária de Itajaí, juntamente com o OGMO e a APM Terminals (empresa arrendatária do Porto de Itajaí), trabalharam com empenho para que a comunidade portuária pudesse exercer sua atividade essencial com segurança durante este primeiro ano de pandemia.

 

“A APM terminals segue com a realização de ações internas e externas contra o Covid-19, a fim de dar suporte aos colaboradores, com práticas alinhadas às políticas de sustentabilidade e segurança”, aponta o Diretor Superintendente da APM Terminals Itajaí, Aristides Russi Junior.

 

A pandemia em todas as suas escalas, atingiu em cheio e gerou uma imensa crise de saúde global. O comprometimento com a segurança aliado as medidas de prevenção, estão gerando resultados ao longo desse ano e continuarão a serem executadas.

 

Desde que a pandemia completou um ano no município de Itajaí e também em outras regiões do país, quando em 18 de março de 2020, o Governo do Estado de Santa Catarina anunciava oficialmente o primeiro “lockdown” por meio de Decreto Estadual, a Administração Municipal até os dias de hoje, não mediu esforços para salvar vidas e combater a doença.

 

A pandemia em todas as suas escalas, atingiu em cheio e gerou uma imensa crise de saúde global. No município de Itajaí o comprometimento com a segurança aliado as medidas de prevenção, estão gerando resultados ao longo desse ano e continuarão a serem executadas.

 

“Completamos um ano de trabalho diário e ininterrupto para conter o vírus, atender as vítimas da doença e oferecer serviço médico especializados aos cidadãos de Itajaí. Todas as nossas ações e decisões tiveram um único objetivo: a superação desta pandemia. Continuamos lutando, buscando alternativas e contando com o auxílio da população. O distanciamento social, o uso de máscaras e a higienização com álcool em gel continuam como as principais medidas de prevenção. Estamos garantindo a vacina para todos, enquanto não há disponibilidade de compra, estamos vacinando os grupos prioritários conforme determinação do Ministério da Saúde e repasses do governo estadual”, finaliza o Prefeito de Itajaí, Volnei Morastoni.

 

COMUNICADO IMPORTANTE (TESTE COVID-19)

A Secretaria Municipal de Saúde de Itajaí comunica a disponibilidade de testes de COVID-19 para os colaboradores da Superintendência do Porto de Itajaí. Dentro das próximas semanas a data da aplicação dos testes será marcada e divulgada.

 

Todos que tiverem a intenção de participar da testagem podem estar colocando seus nomes em uma lista que estará disponível em três locais: Ambulatório (anexo ao prédio do CIA), Inspetoria da Guarda Portuária e COGEP (Recursos Humanos).

 

A lista já está disponível desde o dia 23 nos locais indicados, e a inscrição estará à disposição até esta quinta-feira, 25 de março




Últimas Notícias

Notícias

© Copyright 2000-2014 Editora Bittencourt