sexta, 14 de agosto de 2020
07/05/2020 15:00

Badesc inicia contratação de recursos emergenciais para micro e pequenas empresas

Agência negocia oferta de mais R$ 340 milhões para as próximas semanas. Operação para liberação do dinheiro iniciou na quarta (6)

A Agência de Fomento de SC (Badesc) iniciou nesta quarta-feira (6) a contratação de recursos emergenciais para combater os efeitos econômicos da crise do Coronavírus. Em um primeiro momento, 157 empresas estão acertando os últimos detalhes de documentação para receber o dinheiro. Quase 500 projetos foram selecionados para operacionalização até agora, de um total de 3,6 mil. 

A liberação de recursos demorou um mês e meio desde o início do isolamento social. A Agência havia aberto um cadastro no final de março que foi fechado sete dias depois, já com uma demanda muito superior aos recursos disponíveis. Havia necessidade de sanção de uma lei específica para a linha de crédito emergencial, o que só aconteceu nesta terça (5). O primeiro montante de recursos, R$ 50 milhões do próprio caixa, representam 13% dos R$ 380 milhões solicitados naquele período. 

Os primeiros 157 - que representam R$ 18 milhões - devem receber o dinheiro nos próximos dias. Outros 380 estão em fase final de análise das propostas. O valor é destinado a micro e pequenas empresas, com teto de R$ 150 mil. A média demandada por empresa no primeiro momento é de cerca de R$ 100 mil. 

"Nós já começamos a contratar. Tem um trâmite de cartório que não costuma demorar, mas a gente está num período especial de tempo e prazo. [...] Em tempos normais, o prazo para liberação é de no máximo uma semana", disse o presidente da Agência, Eduardo Machado. 

A Agência negocia novos recursos para atender às micro e pequenas empresas que não foram contempladas. "É provável que sim [estejam disponíveis]. São R$ 100 milhões do BNDES, R$ 20 milhões do Finep, e R$ 20 milhões do Fungetur e mais R$ 200 milhões de fontes internacionais. Nós estamos falando de R$ 340 milhões", afirmou. 

Apesar do indicativo, os valores ainda não estão disponíveis. Os empresários que buscam recursos devem aguardar novo chamado do Badesc, que pode acontecer em 30 dias. Machado pede que os empresários só entrem em contato para envio de propostas quando houver certeza da oferta. "Nós temos uma lista de espera. Assim que eles estiverem prontos para operacionalizar a gente vai começar a anunciar possibilidade de novo contato com o Badesc", disse. 

A Agência ainda não tem um cálculo sobre quais regiões ou quais setores mais demandaram a linha de crédito. Essa avaliação deve sair após o período de contratação. 




Últimas Notícias

Notícias

© Copyright 2000-2014 Editora Bittencourt