sexta, 29 de maio de 2020
06/04/2020 10:30

Impactos do novo coronavírus (Covid-19) ainda não atingem a movimentação portuária de Itajaí e Navegantes

O primeiro trimestre fechou com um bom índice de crescimento e os números oficiais devem ser divulgados até o final da semana

Embora ainda as estatísticas oficiais de março não tenham sido divulgadas, a movimentação portuária na Foz do Rio Itajaí-Açu ainda até agora não foi impactada pelos reflexos econômicos da pandemia do novo coronavírus (Covid-19). A afirmação é do superintendente do Porto de Itajaí, Marcelo Werner Salles, que exerce o papel de Autoridade Portuária sobre o Complexo Portuário do Itajaí.

O gestor diz que a movimentação de março ficou estável em relação a fevereiro, quando o Porto Organizado de Itajaí movimentou 107,13 mil TEUs (Twenty-foot Equivalent Unit – unidade internacional equivalente a um contêiner de 20 pés), com avanço de 16%. Em comparação a março de 2019, quando o complexo portuário operou 94,56 mil TEUs, o crescimento deve seguir a constante de dois dígitos que vem sendo registrada nos últimos meses, segundo o assessor da Superintendência, Heder Cassiano Moritz.

Segundo Moritz, o primeiro trimestre fechou com um bom índice de crescimento e os números devem ser divulgados até o final da semana. No entanto, tanto Salles quanto Moritz temem que o impacto chegue ao complexo portuário em abril ou maio, quando ocorreu Blank Sailing nos portos chineses. Aliás, a China hoje é o maior parceiro comercial do Brasil. “Algumas correntes defendem um impacto maior, outras não tão grande. Precisamos monitorar os próximos meses para termos uma posição mais concreta. O momento é de cautela”, diz Moritz.




Últimas Notícias

Notícias

© Copyright 2000-2014 Editora Bittencourt