quarta, 01 de abril de 2020
26/03/2020 10:17

Balanças de pesagens de Caminhões são fechadas por 90 dias em Rodovias Federais e do Estado de São Paulo


O Governador João Doria anunciou a suspensão imediata da pesagem de caminhões nas rodovias estaduais sob concessão e nas administradas pelo DER (Departamento de Estradas de Rodagem). A medida começa a valer a partir desta segunda-feira (23) e terá validade por 90 dias, atingindo uma malha viária de cerca de 22 mil quilômetros de estradas.

A decisão faz parte das ações anunciadas pelo Governo de São Paulo no combate à disseminação do coronavírus. Por meio da Secretaria de Logística e Transportes, o Estado fará a suspensão das pesagens, facilitando a chegada das cargas aos seus destinos. “Suspendemos a pesagem de caminhões com objetivo de tornar as viagens mais rápidas e apoiar os caminhoneiros que atuam em são Paulo”, afirmou Doria.

O Governador destacou a importância do trabalho da frota de São Paulo de caminhões para o Estado e o país, especialmente no atual momento de ações de enfrentamento ao coronavírus. Ele fez um apelo para que os municípios não tomem medidas que possam impedir o funcionamento dos serviços de transportes e logística.

“São Paulo é o maior centro de abastecimento do país em praticamente todos os itens. Peço aos prefeitos e às prefeitas que não bloqueiem estradas e não limitem o funcionamento de postos de combustíveis. As estradas e fronteiras devem permanecer abertas para que não haja desabastecimento”, destacou Doria.

A suspensão das pesagens dos caminhões também protege os caminhoneiros e os funcionários das balanças, pois evita o contato entre esses profissionais, reduzindo os riscos de disseminação do vírus. A medida está alinhada com os secretários estaduais de transportes de todo o país, dentro do Conselho Nacional de Secretários de Transportes (Consetrans).

“Com essa medida, garantimos a circulação rápida dos alimentos para o abastecimento e também para as exportações e importações. Em momentos críticos, a decisão é importante tanto para movimentar a economia quanto para fornecer os bens necessários à população”, explicou João Octaviano Machado Neto, Secretário de Logística e Transportes.




Últimas Notícias

Notícias

© Copyright 2000-2014 Editora Bittencourt