terça, 26 de maio de 2020
18/03/2020 10:24

Decreto do governo de SC paralisa boa parte dos serviços em Itajaí e região

Os impactos econômicos devem ser significativos

O governo de Santa Cataria decretou ontem situação de emergência e anunciou medidas drásticas de restrições para a maioria dos serviços no Estado. A decisão busca conter a propagação do Covid-19, uma vez que Santa Catarina registrou transmissão comunitária — quando não é mais possível identificar a origem da contaminação. O governo também afirmou que esse tipo de transmissão foi identificado no Sul do Estado.

Entre as decisões tomadas, o transporte público foi proibido de circular em todo o território catarinense por sete dias. Também vão ficar fechados bares, restaurantes, lojas, agências bancárias e demais comércios que não considerados essenciais. A medida começa a valer nesta quarta-feira (18).

Podem operar normalmente no Estado farmácias, unidades de saúde, supermercados, postos de combustível, distribuidoras de água, distribuidoras de gás, distribuição de energia elétrica, clínicas veterinárias de emergência, funerárias, serviços de telecomunicações, imprensa, segurança privada e coletiva de lixo. No governo estão operado normalmente a Secretaria de Estado de Segurança Pública, de Saúde, Defesa Civil, da Administração Prisional e Socioeducaiva (SAP).

O Decreto 515 suspende por sete dias o transporte público municipal [mas governo reconhece que medida depende de adequação de empresas], transporte público intermunicipal e interestadual [no entanto, nada foi mencionado sobre as viagens interestaduais dos demais veículos, como caminhão, veículo de passeio ou motocicletas], transporte aquaviário de pessoas [a exemplo da travessia entre Itajaí e Navegantes, via ferry-boat]. As agências bancárias permanecem fechadas [apenas funcionando os caixas eletrônicos], academias serão fechadas e shoppings não poderão funcionar a partir desta quarta-feira em todo o Estado.

O Decreto determina ainda que o comércio de rua estará fechado [com exceção dos serviços essenciais, como farmácias] por tempo indeterminado, assim como os bares e restaurantes. A medida não se aplica a serviços de tele-entrega de alimentação, que podem funcionar. Oficinas mecânicas também estarão fechadas, conforme o decreto, e os serviços de correios não irão funcionar.

Estão suspensos por 30 dias em SC eventos de qualquer porte, independentemente do número de pessoas. Isso inclui aniversários, confraternização com amigos ou qualquer tipo de encontro. 

Na região

Como o Decreto foi publicado ontem no final da tarde e muitas pessoas tiveram conhecimento do documento apenas na manhã desta quarta-feira, muitos serviços ainda operam normalmente em Itajaí e região. No entanto, muitas mudanças devem ocorrer a partir de amanhã, 19.

Exemplo disso é a travessia pelo Rio Itajaí-Açu entre os municípios de Itajaí e Navegantes. A empresa NGI Sul opera normalmente até o meio dia desta quarta-feira, mas vai paralisar totalmente suas operações a partir de 11h30mim, pelo período de sete dias.

Já a Viação Praiana, que opera linhas intermunicipais entre os municípios de Itajaí, Balneário Camboriú, Itapema, Bombas, Bombinhas e Tijucas, opera normalmente durante todo o dia de hoje, mas paralisa a partir de amanhã, 19.

Porto continua operando

O Porto de Itajaí opera normalmente nesta quarta-feira, mas medidas para reduzir o contágio serão anunciadas no decorrer do dia. No entanto, segundo a Superintendência, não se sabe por quanto tempo terão continuidade as operações. A Companhia Docas de São Paulo (Codesp) confirmou que o Porto de Santos também opera normalmente, desmentindo as notícias divulgadas na manhã de hoje, de que teria parado.

A APM Terminal Itajaí também segue as determinações do governo do Estado e opera no cais com contingência de pessoal. Os servidores das áreas administrativas estão trabalhando no sistema de home office. O Terminal Portonave, em Navegantes, opera normalmente.

 

 




Últimas Notícias

Notícias

© Copyright 2000-2014 Editora Bittencourt