terça, 26 de maio de 2020
06/03/2020 09:55

Assinado contrato para construção das fragatas da Marinha em Itajaí

As obras devem gerar 2 mil empregos diretos em Itajaí e até 8 mil empregos indiretos

Assinado na manhã de ontem, 5, o contrato entre a Marinha do Brasil e o consórcio Águas Azuis, para a construção de quatro navios militares em Itajaí, tem valor previsto de R$ 9,1 bilhões. A solenidade de assinatura ocorreu no Arsenal da Marinha, na Ilha das Cobras e foi acompanhada pelo prefeito de Itajaí, Volnei Morastoni. A partir de agora inicia a fase de projeto executivo, com o detalhamento das fases de construção.

O consórcio é liderado pela gigante alemã Thyssenkrupp Marine System e pelas brasileiras Embraer e Atech, e engloba a unidade do Estaleiro Oceana de Itajaí. O projeto prevê transferência de tecnologia entre Alemanha e Brasil, com o conteúdo mínimo nacional obrigatório de 32% na primeira embarcação, aumentando a partir das embarcações seguintes.

As embarcações terão o comprimento de 107 metros e alta tecnologia embarcada. São navios de guerra equipados com lançadores de mísseis de diferentes proporções e recursos tecnológicos que as tornam invisíveis aos radares. Cada fragata terá capacidade para uma tripulação de até 136 militares e um helicóptero.

A artilharia inclui mísseis antiaéreos Sea Ceptor, com 25 km de alcance, e mísseis antinavio de dois tipos – Exocet, europeus, e Mansup, nacionais. O alcance varia entre 70 e 180 quilômetros, com ogivas de 180 quilos de explosivos de alto rendimento, segundo informou a Empresa Gerencial Projetos Navais (Emgepron), responsável pelos projetos da Marinha do Brasil. As embarcações também terão canhões, torpedos e metralhadoras calibre .50 a bordo.

Geração de emprego e renda

A expectativa é que as fragatas comecem a ser produzidas no estaleiro itajaiense Oceana a partir de 2021, com previsão de entrega da primeira embarcação em 2024. As obras devem gerar 2 mil empregos diretos em Itajaí e até 8 mil empregos indiretos.

“Hoje é um dia histórico para o Brasil e para a nossa cidade de Itajaí, pois acabamos de assinar o contrato para as quatro fragatas para a Marinha do Brasil, quatro navios de guerra de alta tecnologia para o patrulhamento da soberania do Brasil”, disse o prefeito Volnei Morastoni, no Arsenal da Marinha, no Rio de Janeiro. Segundo o prefeito, trata-se de um empreendimento da maior importância, que vai traçar um novo período de muita prosperidade para Itajaí com o reaquecimento da construção naval, aumento na geração de empregos e transferência de tecnologia, além da instalação de muitas empresas que devem vir para a cidade em torno do empreendimento, o que vai impulsionar a economia local. 

 




Últimas Notícias

Notícias

© Copyright 2000-2014 Editora Bittencourt