terça, 26 de maio de 2020
02/03/2020 15:57

Governadores do Sul e Sudeste pedem reforço financeiro para enfrentamento ao coronavírus


Para realizar o enfrentamento ao coronavírus, os governadores do Sul e Sudeste irão enviar uma carta ao governo federal solicitando novos recursos para a área da saúde. A demanda é um dos tópicos da Carta de Foz do Iguaçu, assinada pelos representantes dos sete estados das regiões durante o 6º Consórcio de Integração Sul e Sudeste (Cosud) neste sábado, 29. O texto também faz referência à responsabilidade dos governos estaduais com o desenvolvimento econômico inclusivo e sustentável, tema central do encontro.

“Fizemos uma solicitação ao governo federal que ampliasse o teto de média e alta complexidade nos estados para que pudéssemos prever um número maior de leitos de UTI a fim de receber eventuais pacientes” afirmou o governador Carlos Moisés. Apesar de o vírus já ter sido confirmado no Brasil, ele destacou que não há motivo para alarme. “Ao mesmo tempo, o Estado precisa ter as respostas à altura para enfrentar o problema”, complementou.

A Carta de Foz do Iguaçu também faz menção a outros temas que classifica como urgentes, como as reformas estruturantes, proteção das fronteiras, atração de investimentos, desenvolvimento da infraestrutura regional e eficiência na gestão dos recursos públicos. Também destaca o fortalecimento do Estado de direito democrático e as relações entre os entes federados, alguns dos temas tratados pelos grupos técnicos.

Sergio Moro destaca integração para redução da criminalidade

Pela manhã, o ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, palestrou no evento. Ele destacou a importância do trabalho integrado entre o governo federal, os governos estaduais e também os municípios para a redução dos índices de criminalidade no país.

“É um mérito conjunto que os indicadores de criminalidade tenham caído em 2019. Mas isso gera novos desafios. Precisamos continuar trabalhando para que esses indicadores não voltem a crescer. Além disso, apesar da queda, os números remanescentes são significativos e precisam cair ainda mais. Isso só será possível trabalhando em conjunto”, afirmou.

O economista Eduardo Moreira também falou sobre economia sustentável e bioeconomia, apresentando inovações, estratégias e ações para alcançar o desenvolvimento econômico, respeitando a manutenção de recursos para as próximas gerações.

O 6º Cosud, encontro que promove a integração dos estados em 15 eixos temáticos, encerrou no sábado,29, em Foz do Iguaçu. Além de Carlos Moisés, estiveram presentes o governador anfitrião do Paraná, Carlos Massa Ratinho Junior, os governadores Eduardo Leite (Rio Grande do Sul), João Doria (São Paulo), Renato Casagrande (Espírito Santo), Romeu Zema (Minas Gerais) e o governador em exercício do Rio de Janeiro, Cláudio Bomfim de Castro e Silva.




Últimas Notícias

Notícias

© Copyright 2000-2014 Editora Bittencourt