quarta, 12 de agosto de 2020
19/02/2020 09:49

Porto de Itajaí registra aumento de 20% na tonelagem em janeiro

O Complexo Portuário de Itajaí como um todo [englobando o Porto Público, APM Terminals, Portonave Terminal Portuário Navegantes e demais terminais a montante] também apresentou números positivos e expressivos.

O Porto de Itajaí iniciou seu ano de 2020 com números positivos. Em janeiro, foram movimentados 426,12 mil toneladas na APM Terminals [empresa arrendatária do Porto de Itajaí] e cais público, com avanço de 20% em relação ao mesmo período do ano passado. O porto movimentou 39,30 mil TEUs (Twenty-foot Equivalent Unit – unidade internacional equivalente a um contêiner de 20 pés), com aumento de 23% em janeiro, em relação ao igual período do ano anterior. O número de atracações também cresceu, passando de 37 para 43, registrando um aumento de 19% na comparação de janeiro 2019 e janeiro 2020.

O Complexo Portuário de Itajaí como um todo [englobando o Porto Público, APM Terminals, Portonave Terminal Portuário Navegantes e demais terminais a montante] também apresentou números positivos e expressivos. No mês foram movimentadas 1,103 milhão de toneladas, o que representou um aumento de 10% na comparação com o mesmo período de 2019. A quantidade de TEU’s operada cresceu 8%, com 99,23 mil unidades movimentadas. Já o número de atracações cresceu 11%.

No terminal de uso privado (TUP) Portonave  foram registradas 46 escalas em janeiro, com crescimento de 5% em relação ao mesmo período do ano anterior. Sua movimentação somou 670,47 mil toneladas no mês, com avanço de 5%. A movimentação de contêineres somou 59,93 mil TEUs, mantendo-se estável em relação ao mesmo período de 2019.

Heder Cassiano Moritz, diretor de Operações Logísticas da Superintendência do Porto de Itajaí, diz que tradicionalmente o mês de janeiro sempre apresenta uma baixa em geral na sua movimentação. “Porém, desta vez os números demonstram que o padrão continua seguindo o ritmo de 2019, destacando-se em relação as operações de exportação devido ao aumento da moeda norte-americana, refletindo diretamente no mercado portuário.”

 




Últimas Notícias

Notícias

© Copyright 2000-2014 Editora Bittencourt