segunda, 25 de maio de 2020
14/01/2020 09:02

Exportação de carne bovina crescerá 10% em 2020, projeta Abrafrigo

Para 2020, a Abrafrigo acredita na manutenção das condições favoráveis ao comércio brasileiro — com os preços competitivos do país e a continuidade das compras chinesas.

As exportações brasileiras de carne bovina devem bater recorde em 2020 e crescer pelo menos 10% em volume e receita, segundo a Associação Brasileira de Frigoríficos (Abrafrigo). Em 2019, o crescimento foi de 13% ante o ano anterior em volume, para 1,856 milhão de toneladas, e de 16% em receita, ao somar US$ 7,575 bilhões.

De acordo com a Abrafrigo, o crescimento do ano passado é reflexo da maior demanda chinesa. Em 2019, o país asiático importou um total de 837.580 toneladas de carne bovina do Brasil, 120 mil toneladas a mais do que em 2018, e pagou os melhores preços do mercado internacional pelo produto brasileiro — na média US$ 4.511 por tonelada, o que elevou a receita com as vendas para US$ 3,77 bilhões. Assim, as compras chinesas responderam por 44,1% do volume de carne bovina exportada pelo Brasil e aproximadamente 50% da receita.

Na lista dos maiores importadores de carne bovina brasileira em 2019, o segundo lugar ficou com o Egito, seguido do Chile, Emirados Árabes e Rússia.

Do lado exportador, São Paulo foi o Estado que mais movimentou o produto para o exterior (21,9%), à frente de Mato Grosso (19,7%) e Goiás (13,7%).

Para 2020, a Abrafrigo acredita na manutenção das condições favoráveis ao comércio brasileiro — com os preços competitivos do país e a continuidade das compras chinesas. Com informações do Valor




Últimas Notícias

Notícias

© Copyright 2000-2014 Editora Bittencourt