segunda, 25 de maio de 2020
08/01/2020 08:49

Complexo Portuário do Itajaí registra crescimento de 7% no ano passado e 12% nos últimos três anos

o crescimento verificado no triênio na margem direita ficou acima das expectativas: 150%

O Complexo Portuário do Itajaí [que engloba o Porto Público, APM Terminals Itajaí, POrtonave e demais terminais a montante] encerrou o exercício de 2019 com avanço de 7% sobre o ano anterior. Ampliou sua movimentação de 1,15 milhão de TEUs (Twenty-foot Equivalent Unit - unidade internacional que equivale a contêineres de 20 pés), em 2018, para 1,23 milhão no exercício seguinte. Se analisado o último triênio, as operações passaram de 1,10 milhão de TEUs, em 2016, para 1,23 milhão. 
Embora a Agência Nacional de Transportes Aquaviários (Antaq) ainda não tenha divulgado seu balanço anual, o índice tende a ser maior do que a média nacional, caso se mantenha a tendência observada no primeiro semestre, de 3,7%. Em toneladas de cargas, o Complexo Portuário cresceu 6% no ano passado. O índice nacional foi de queda, de -3,29%.
Se analisados apenas os números da margem direita [APM Terminals Itajaí e Porto Público], o volume operado saltou de 397,77 mil TEUS para 498,7 mil TEUs entre 2018 e 2019, com avanço de 23%. No entanto, o crescimento verificado no triênio ficou acima das expectativas: 150% [de 196,22 mil para 498,7 mil TEUs]. 
O superintendente do Porto de Itajaí, engenheiro Marcelo Werner Salles, diz que os números comprovam a recuperação do terminal após a crise de 2015, quando o Porto de Itajaí perdeu metade das cargas. “Isso mostra a capacidade de superação do Porto de Itajaí, que pode ser creditada ao esforço de nossa comunidade portuária”, diz Salles.




Últimas Notícias

Notícias

© Copyright 2000-2014 Editora Bittencourt