domingo, 31 de maio de 2020
18/12/2019 16:07

Superintendência do Porto de Itajaí e UNIVALI realizam II Seminário Relação Porto e Cidade

O evento apresenta à comunidade os projetos desenvolvidos para compensar e diminuir o impacto causado pelo desenvolvimento da atividade portuária.

A Superintendência do Porto de Itajaí (SPI) e a Universidade do Vale do Itajaí (UNIVALI) realizaram, nessa terça-feira (17), a II edição do Seminário Relação Porto e Cidade. O evento faz parte das atividades de Comunicação Social do Porto de Itajaí e tem como objetivo apresentar à comunidade os projetos da Autoridade Portuária e o programa de monitoramento desenvolvido pela UNIVALI.

Participaram do evento representantes da Capitania dos Portos de Santa Catarina e Delegacia da Capitania dos Portos de Itajaí (Marinha), prefeito e secretariado municipal, coordenadoria do Posto Avançado da ANTAQ regional de Itajaí, diretoria de Integração de Transportes da Secretaria de Estado de Infraestrutura e Mobilidade, líderes de Entidades de Classe, Câmara de Vereadores, Instituto do Meio Ambiente de Santa Catarina (IMA- antiga FATMA), TUP’s -Terminais de Uso Privado do Complexo Portuário de Itajaí, gerentes da superintendência, corpo acadêmico da Univali, imprensa, entre outros.

No período matutino, foram apresentados pelos representantes da SPI e da Prefeitura de Itajaí os projetos de expansão do porto, a nova Bacia de Evolução, as alterações na mobilidade urbana e a conquista do primeiro lugar no Índice de Desempenho Ambiental da ANTAQ (Agência Nacional de Transportes Aquaviários).

O superintendente do Porto de Itajaí,  Marcelo Werner Salles, ministrou a palestra de abertura, e explanou sobre o projeto de modernização e ampliação da instalação portuária e as demandas necessárias para que Itajaí permaneça competitiva frente ao progresso e avanço da atividade no mundo.

No período vespertino, os pesquisadores e professores da UNIVALI apresentaram o programa de monitoramento ambiental, desenvolvido através de uma parceria técnico-científica entre a Universidade e a Superintendência. Esse projeto visa atender as exigências legais dos órgãos ambientais e faz todo controle de impacto causado pela atividade portuária e as medidas de compensação que podem ser tomadas para reduzir esse impacto.

O professor Luís Carlos Martins, diretor da Escola do Mar, Ciência e Tecnologia e presidente da Associação dos Professores da Universidade do Vale do Itajaí, representou o reitor Valdir Cechinel Filho. Ele destacou como é importante para a universidade transpor o conhecimento cientifico produzido pelo corpo técnico, contribuindo para o crescimento ordenado das cidades.

“Nosso porto está localizado no interior da cidade. Não é possível chegar nele sem acessar a intimidade da população. Por isso pensar e discutir esse relacionamento, cidade e porto, é fundamental para que possamos trazer mais desenvolvimento através dessa combinação poderosa que o rio e o mar nos proporcionam”, enfatizou o prefeito de Itajaí, Volnei Morastoni, na abertura do evento.

 




Últimas Notícias

Notícias

© Copyright 2000-2014 Editora Bittencourt