quinta, 17 de outubro de 2019
17/09/2019 09:02

Balança comercial tem déficit de US$ 552 milhões na segunda semana de setembro

A média diária de importações nas duas primeiras semanas do mês subiu 16,4% para US$ 864,7 milhões, se comparada a igual período de 2018

A balança comercial brasileira registrou déficit de US$ 552 milhões na segunda semana de setembro, resultado de exportações no valor de US$ 4,822 bilhões e importações de US$ 5,374 bilhões no período. As informações foram divulgadas nesta segunda-feira (16) pela Secretaria de Comércio Exterior do Ministério da Economia (Secex). Em setembro, o superávit acumulado soma US$ 932 milhões e, no ano, totaliza US$ 32,475 bilhões.
As exportações continuaram encolhendo no mês e, até a segunda semana, caíram 5,1% se comparadas a setembro do ano passado, pelo critério de média diária. O recuo foi puxado pelos produtos semimanufaturados (-31,3% para US$ 100,3 milhões), com destaque para açúcar em bruto, semimanufaturados de ferro e aço, celulose, ferro-ligas, couros e peles, madeira serrada ou fendida. Também recuaram os embarques de básicos (-15,2% para US$ 445,7 milhões), liderados por petróleo em bruto, soja em grãos, café em grãos, carnes bovina e de frango e bovinos vivos.

Em contrapartida, a venda de manufaturados subiu 25,2% para US$ 411,9 milhões, por conta de plataforma de exploração de petróleo, gasolina, laminados planos de ferro e aço, óleos combustíveis e naftas.
A média diária de importações nas duas primeiras semanas do mês também subiu 16,4% para US$ 864,7 milhões, se comparada a igual período de 2018. Nesse comparativo, cresceram os gastos com plataforma de exploração de petróleo, bebidas e álcool (+42,9%), farmacêuticos (+6,3%), plásticos e obras (+4,3%), filamentos e fibras sintéticas (+3,1%).




Últimas Notícias

Notícias

© Copyright 2000-2014 Editora Bittencourt