quinta, 28 de maio de 2020
25/07/2019 16:04

Santa Catarina criou 49.895 vagas de emprego no primeiro semestre

Maioria de postos de trabalhos nasceu na indústria da transformação, com 29.280 vagas criadas. Comércio varejista fechou 7.254 empregos

O Ministério do Trabalho divulgou nesta quinta-feira (25) os dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) referentes a junho. No mês, o Estado criou 940 vagas, resultado do saldo de 73.906 admissões e 73.966 demissões no período. O aumento é de 0,05%.

Com os dados de junho, o semestre foi positivo em 49.895 vagas no Estado, saldo de 555.002 admissões e 505.107 demissões. O aumento para o ano é de 2,49%. 

A indústria da transformação foi o setor que liderou a criação de vagas: 29.280 no ano, com destaques para os subsetores da indústria têxtil (7.424 novas vagas) e da indústria de alimentos e bebidas (5.123 novas vagas). Em seguida, está o setor de serviços, que foi responsável por 15.416 vagas abertas, e a construção civil, com 5.900 novas vagas.

Dentro do setor de serviços, o destaque foi o subsetor de comércio e administração de imóveis, valores mobiliários e serviço técnico, com 7.819 vagas, e o subsetor de ensino, com 4.083 novos postos de trabalho. 

O comércio fechou o semestre com resultados negativos. Foram 5.421 vagas a menos. O subsetor de comércio atacadista terminou o período com geração de 1.833 vagas e reduziu o déficit do setor. Se considerado somente o subsetor do varejo, o resultado fica ainda pior: 7.254 vagas a menos. 

No país, o resultado foi de 408.500 novas vagas nos primeiros seis meses. A maioria no setor de serviços (272 mil novas vagas) e na indústria da transformação (70 mil novas vagas). O dado negativo foi de novo o comércio varejista, que fechou mais de 100 mil postos no país em 2019. 




Últimas Notícias

Notícias

© Copyright 2000-2014 Editora Bittencourt