domingo, 26 de maio de 2019
25/04/2019 12:43

Para FIESC, Logistique é um importante fórum para se debater a infraestrutura logística catarinense

O evento acontece nos dias 27, 28 e 29 de agosto, no Complexo de Exposições Expoville, em Joinville

O Presidente da Federação das Indústrias de Santa Catarina, Mário Cezar de Aguiar, elege a Logistique – Feira de Logística e Negócios Multimodal de Cargas, como um importante fórum para se discutir a infraestrutura de logística e transportes de Santa Catarina. O evento acontece nos dias 27, 28 e 29 de agosto, no Complexo de Exposições Expoville, em Joinville, Santa Catarina. Deve reunir os principais players dos setores portuário, da navegação, comércio exterior, transporte multimodal, logística e tecnologia da informação (TI).

“O estado já tem uma vocação natural, por ser uma excelente plataforma logística, e assuntos relacionados à logística precisam ser discutidos com a sociedade, com os setores produtivos. A Logistique é extremamente importante para isso e é devido a essa relevância que desde a edição passada apoiamos institucionalmente o evento”, destaca Aguiar.

O Gerente para Assuntos de Infraestrutura de Transportes, Logística, Meio Ambiente e Sustentabilidade da FIESC, Egídio Martorano, acrescenta que o estado tem uma atividade logística bastante significativa, em função das atividades produtiva e industrial. Segundo o especialista, Santa Catarina tem um complexo portuário que é destaque e pode ser considerado um dos mais importantes da América Latina, que movimenta 19% dos contêineres operados no país, e um setor industrial de grande relevância, principalmente se falando de indústria de transformação.

“A logística é um componente importantíssimo e em Santa Catarina é responsável por cerca de 14% do custo de cada real faturado. Essa realidade industrial do estado exige uma configuração industrial diferenciada e isso torna as discussões acerca do tema importantíssimas. A Logistique é um fórum perfeito para se abordar as perspectivas, os principais problemas e desafios da Logística”, diz Martorano. “Já participei da edição anterior da Logistique, como palestrante, e constatei claramente isso.”

Aguiar e Martorano se reuniram com lideranças empresariais e políticas na manhã desta quarta-feira (24), no Porto de Itajaí, para apresentação, pelo Grupo Técnico da BR-101, da FIESC, de pacote de obras que totaliza cerca de R$ 2,7 bilhões em investimentos pode melhorar substancialmente a mobilidade da BR-101 Norte entre Garuva e Palhoça. Aguiar ressalta que é preciso garantir o futuro da BR-101, dadas as condições atuais de comprometimento do eixo litorâneo, que é estratégico para a logística catarinense, do Brasil e do Mercosul.

“A rodovia permite o acesso aos portos catarinenses. Além disso, é a principal via utilizada pelo intenso fluxo turístico destinado para Santa Catarina. Atualmente, a rodovia possui níveis críticos de serviço, comprometendo a mobilidade das cidades do entorno, provocando acidentes e elevando os custos logísticos”, afirma. Aguiar chama ainda a atenção para a restrição dos investimentos governamentais em infraestrutura no Brasil.

O Diretor da Logistique, Leonardo Rinaldi, destaca a importância da discussão de temas como estes durante evento, que realiza em paralelo congresso onde a logística é debatida por especialistas. “Temas como a infraestrutura logística de nosso estado são de extrema importância e precisam ser debatidos. Fomentar essas discussões também é papel da Logistique”, diz Rinaldi. 

                  




Últimas Notícias

Notícias

© Copyright 2000-2014 Editora Bittencourt