segunda, 16 de setembro de 2019
01/04/2019 17:11

Triunfo entrega obras da bacia de evolução incompletas

A Superintendência do Porto de Itajaí terá que dar continuidade aos trabalhos de dragagem de aprofundamento

Depois de adiar por cinco vezes o termino das obras, a Triunfo entrega os novos acessos aquaviários do Complexo Portuário do Itajaí sem atingir a profundidade de - 14 metros. O contrato entre a empreiteira e o Governo do Estado encerrou ontem, 31, e o fiscal da obra e engenheiro do quadro da Secretaria de Infraestrutura Ivan Amaral diz que a empresa cumpriu o que havia sido contratada. No entanto, a Superintendência do Porto de Itajaí terá que dar continuidade aos trabalhos de dragagem de aprofundamento, para que os acessos atinjam a cota ideal, e à retirada de parte das pedras do cabeço do molhe Norte, em Navegantes.

Estes serviços que a Triunfo não realizou porque haviam mais pedras que o previsto e porque os volumes de dragagem não atingiram a profundidade necessária, e não havia possibilidade de aditivos financeiros ao projeto. Diante disso, a Secretaria de Estado da Infraestrutura avaliou apenas o que estava previsto na contratação inicial, cuja profundidade estipulada na época era de 13 metros.

O superintendente do porto, engenheiro Marcelo Salles, aguarda agora o comunicado oficial do Estado, informando a conclusão das obras contratadas, para avaliar o quanto ainda falta dragar. O Porto de Itajaí já tem contrato para dragagem de manutenção, mas como se trata de um volume maior a ser dragado, haverá novos custos. 
O Estado pagou à Triunfo R$ 125 milhões pela obra.




Últimas Notícias

Notícias

© Copyright 2000-2014 Editora Bittencourt