domingo, 24 de março de 2019
12/03/2019 14:35

Adiada mais uma vez a conclusão das obras do Porto

Enquanto o estado dilata pela quinta vez o prazo para conclusão das obras, navios de maior tamanho expluem Itajaí e Navegantes de suas rotas

A Secretaria de Estado da Infraestrutura dilatou mais uma vez o prazo de entrega das obras dos novos acessos ao Complexo Portuário do Itajaí. Enquanto isso os operadores portuários que atuam no Complexo padecem pela impossibilidade de operações com navios de tamanho superior aos 306 metros, que é a limitação operacional da atual infraestrutura aquaviária.
Enquanto isso, armadores que operam no terminal de uso privado (TUP) Portonave, em Navegantes, aguardam o término da nova área de manobras para operarem navios maiores, que somente poderão atracar após a nova bacia de evolução ser considerada viável. 
O impacto dos atrasos só não é maior porque o consórcio que opera a linha Ásia no Porto de Itajaí está em fase de revisão, o que atrasou inclusão de navios maiores para atender a rota. Mesmo assim, a estimativa é que a APM Terminais, operadora do terminal, deixe de fazer mil movimentos por mês enquanto a obra não é concluída.
O superintendente do Porto de Itajaí, engenheiro Marcelo Werner Salles, diz que as perdas não são apenas do Complexo Portuário, mas do comércio exterior catarinense como um todo. Além das obras contratadas pelo estado em execução pela Triunfo em Itajaí, outras estão atrasadas e algumas totalmente paradas.  
Esta é a quinta vez que ocorre o adiamento da entrega das obras. A previsão inicial era de que a conclusão ocorresse em setembro do ano passado, depois novembro, passou para o final de janeiro e, posteriormente, a data limite havia sido estipulada para 28 de fevereiro e nenhum deles foi cumprido. Agora a SIE concedeu um aditivo até o final de março. Nos últimos meses, inclusive, o estado notificou a empresa várias vezes por atrasos.
 
Missão cumprida
 
Por outro lado, a Autoridade Portuária tem cumprido sua parte no acordo feito com a SIE. Salles garante que todas as providências que cabem à Superintendência do Porto de Itajaí estão com seus cronogramas em dia e sendo executadas. 
“Exemplos disso são a nova sinalização náutica, contratada e em implantação; as simulações e treinamento da praticagem estão em curso; a dragagem de manutenção, incluindo as novas áreas está em andamento e as compensações ambientais e dos pescadores estão em dia. O que nos cabe estamos cumprindo para atender a programação firmada”, diz Salles. “Estamos, inclusive, acompanhando e ajudado no que é possível para a conclusão das obras e mantendo a SIE diariamente informada mediante imagens do andamento da obra.”
 
 



Últimas Notícias

Notícias

© Copyright 2000-2014 Editora Bittencourt