sexta, 16 de novembro de 2018
07/11/2018 09:27

Porto Brasil Sul, Ponte Nova Energia Serviços e RBE Comercializadora de Energia desenvolvem projetos para setor de energia

Acordo é passo fundamental para garantir a segurança energética e o suprimento de gás natural ao Sul do país para a próxima década

O Porto Brasil Sul, a RBE Comercializadora de Energia e a Ponte Nova Energia Serviços (PNES), assinaram um memorando de entendimentos para o desenvolvimento de estudos e um projeto para implantação de usina térmica à gás natural (UTE) no Norte de Santa Catarina. A intenção é fomentar a segurança energética do Sul do país com o desenvolvimento de parceria e da UTE no Norte de Santa Catarina. Os potenciais investidores não divulgaram o município, mas a tendência é de que o empreendimento seja instalado em município próximo a São Francisco do Sul, até pela localização do Porto Brasil Sul (PSB).

A usina estará associada a um terminal de regaseificação dedicado, para atendimento também ao mercado de gás da região Sul, apoiando a estratégia em dar segurança energética aos estados de Santa Catarina, Paraná e Rio Grande do Sul, em especial às indústrias que dependem do insumo para seu funcionamento.

O Porto Brasil Sul (PBS), a ser instalado na região da Ponta do Sumidouro, Praia do Forte, município de São Francisco do Sul (Norte de SC), será o maior porto da região Sul e o quinto maior multicargas do país, dispondo de sete terminais e oito berços de atracação, com movimentação projetada 20 milhões de toneladas/ano.

“Já a UTE seria desenvolvida em outro município, não em São Francisco do Sul, expandindo os investimentos privados em infraestrutura em toda a região Norte catarinense”, explica Paulo Monteiro, presidente da PNES.

A PNES é uma empresa integrada nas áreas de energia, infraestrutura e gestão de negócios. Seus especialistas já participaram do desenvolvimento de projetos de usinas hidrelétricas e termoelétricas, com mais de 3.900 MW instalados para atender as demandas do mercado brasileiro de energia elétrica.

Entre os principais projetos estão o Complexo de usinas à Gás Natural do Parnaíba (onshore), no Maranhão, Complexo de usinas a carvão mineral de Pecém, no Ceará, Usina a carvão no porto de Itaqui, no Maranhão, usina a gás Linhares (GNL) no Espirito Santo e o Terminal de regaseificação na Bahia, com capacidade para 12 milhões de metros cúbicos/dia.

O portfólio de projetos já desenvolvidos contempla diversas fontes de energia, como biomassa, gás natural, carvão mineral, energia solar e eólica. “Participar deste projeto, associados ao Porto Brasil Sul e a RBE é um passo importante para ampliar o uso do gás natural entre as indústrias do Sul do país e proporcionar a geração de energia elétrica ampliando e garantindo a segurança energética na região”, ressalta Monteiro.

A RBE Energia é uma empresa catarinense de comercialização de energia no mercado livre. Realiza ainda a gestão de unidades consumidoras e atua em parceria na geração de energia renovável.

O PBS, por sua vez, é um pprojeto foi desenvolvido como um Hub Port - porto concentrador de cargas e de linhas de navegação - do Mercosul, com capacidade para receber, em médio prazo e após as obras de adequação do canal de acesso, os navios da classe Post Panamax, as maiores embarcações de carga do mundo, com até 18 mil TEUs (twenty-foot Equivalent Unit – unidade internacional equivalente a um contêiner de 20 pés) e 220 mil toneladas.

O projeto é uma iniciativa da WorldPort, empresa especializada em projetos de infraestrutura de transporte de cargas. A iniciativa foi estudada, planejada e avaliada desde o início da década de 2010 por um consórcio formado por investidores nacionais e internacionais, porém, a localização privilegiada já havia sido apontada em estudos dos anos de 1990.




Últimas Notícias

Notícias

© Copyright 2000-2014 Editora Bittencourt