segunda, 24 de abril de 2017
19/04/2017 11:00

Em 2018, Intermodal South America será realizada no São Paulo Expo

Em sua 23ª edição, realizada de 04 a 06 de abril, em São Paulo (SP), a Intermodal South America reuniu mais de 400 marcas expositoras de 26 países, que encontraram no evento uma completa plataforma de negócios que reuniu, em três dias, os principais players do setor com o objetivo de fomentar novas parcerias e de dar suporte ao desenvolvimento e aprimoramento tecnológico aos segmentos que congregam

O maior evento de logística, transporte de cargas e comércio exterior da América Latina, a Intermodal South America, estreará em outro pavilhão em 2018 e em nova data de realização. Atendendo a uma demanda do mercado, a feira passará a ser realizada no São Paulo Expo, também na capital paulista, entre 13 e 15 de março. “Escutamos nossos clientes e vamos atender a algumas necessidades da indústria. A mudança atende a uma demanda do mercado. O novo local permitirá, também, que o evento continue a crescer sustentadamente, com novos expositores e novas tecnologias ao mercado”, afirma o presidente da UBM Brazil, organizadora da feira, Jean-François Quentin.

O São Paulo Expo possui uma área total de 100 mil m², sendo 90 mil m² de área de exposições e mais 10 mil m² de centro de convenções. Além disso, o complexo possui ainda 5 mil vagas de garagem, sendo 4,5 mil cobertas, o que o faz o maior estacionamento coberto do Brasil. O pavilhão está localizado na Rodovia dos Imigrantes, km 1,5, em São Paulo (SP).

“Além de melhor localização e infraestrutura, o São Paulo Expo proporcionará aos nossos expositores e visitantes mais qualidade de acesso e estacionamento em um pavilhão moderno. Com isso, podemos entregar uma feira com uma planta que qualifique ainda mais a experiência do público, com melhor distribuição das marcas e fluxo de visitação. Realizando a feira em março, conseguimos ainda antecipar o ciclo de negócios na área de logística e ficamos mais bem ajustados aos calendários nacional e internacional”, explica o diretor do portfólio de infraestrutura da UBM Brazil, Renan Joel.

Conteúdos exclusivos e plataforma de negócios são os destaques de 2017

Em sua 23ª edição, realizada de 04 a 06 de abril, em São Paulo (SP), a Intermodal South America reuniu mais de 400 marcas expositoras de 26 países, que encontraram no evento uma completa plataforma de negócios que reuniu, em três dias, os principais players do setor com o objetivo de fomentar novas parcerias e de dar suporte ao desenvolvimento e aprimoramento tecnológico aos segmentos que congregam.

Da mesma forma, o público de mais de 33.000 visitantes teve acesso às últimas novidades e lançamentos deste mercado, tanto nacionais quanto internacionais, e puderam conferir com exclusividade uma programação de conferências repleta de palestras e discussões envolvendo os principais assuntos que permeiam esta indústria atualmente.

No primeiro dia, o destaque inicial foi a solenidade de abertura do evento, que reuniu autoridades nacionais e internacionais, os principais players do setor, especialistas e lideranças governamentais. Com as presenças do Ministro dos Transportes, Portos e Aviação Civil, Maurício Quintella; do Ministro-Presidente de Flandres (Região Norte da Bélgica), Geert Bourgeois; da Ministra do Mar de Portugal, Ana Paula Vitorino; do presidente da UBM Brazil, Jean-François Quentin; o fortalecimento das relações comerciais entre Brasil, Bélgica e Portugal foi realçado. Temas como as exportações de produtos brasileiros para Flandres e as importações da região belga para o Brasil; e a importância do setor portuário e logístico para Portugal, que é considerada a porta de entrada de insumos nacionais na Europa, foram discutidos.

Debates sobre soluções para conter gargalos logísticos do país com executivos de diferentes frentes da indústria também marcaram o dia que dava início à feira. As apresentações abordaram, entre outros temas, o excesso de complexidade nos sistemas atuais dos órgãos reguladores do setor, a falta de integração entre as inúmeras plataformas já existentes e a alta burocracia, além de pontuar como novos investimentos podem sanar estes gargalos. Somente o BNDES pretende investir mais de R$ 85 bilhões na infraestrutura nacional até 2020.

No segundo dia, foi a vez do encontro de representantes dos setores público e privado para discutir sobre a multimodalidade e a redução de custos logísticos. No painel “Novos desafios do setor portuário: alterações dos marcos regulatórios e os impactos para o desempenho do setor”, por exemplo, autoridades portuárias, como a ABTRA, ressaltaram a importância das alterações pleiteadas na regulamentação dos portos, como o aumento dos prazos de arrendamentos e a desburocratização das prorrogações, que irão impactar diretamente na diminuição da burocracia do segmento. Especialistas também argumentaram a favor da realização de novos investimentos em projetos de ferrovias para o transporte de cargas, ampliando a gama de malhas ferroviárias pelo país, como as destinadas ao Porto de Santos, o maior da América Latina. Representantes da ANTT e da ANTAQ foram alguns deles.

Por fim, no terceiro e último dia, as discussões sobre novas tendências tecnológicas do setor e a “Indústria 4.0” foram os destaques. O painel “Raio X da logística do futuro: as macro tendências tecnológicas que podem transformar o cenário logístico atual”, por exemplo, evidenciou que um dos desafios para a logística em grandes centros urbanos é o tráfego intenso de veículos e destacou algumas ideias que estão sendo testadas no mundo para driblar estes obstáculos.

Algumas delas são as iniciativas da DHL Supply Chain, como o aplicativo MyWays, que facilita a entrega de encomendas por meio dos habitantes da própria cidade; e o sistema Smart Drop Box, que monitora a localização do automóvel do destinatário e envia um funcionário da empresa para depositar a encomenda dentro do carro. O professor e coordenador do laboratório de logística e transporte da FEC-UNICAMP, Orlando Fontes Lima, também citou ideias de inovações, como impressoras 3D, a automação e robótica nos armazéns, self-driving e o compartilhamento econômico, além de falar sobre a Internet das Coisas (IoT), um dos conceitos de tecnologia mais comentados nos últimos anos.

Outro painel que criou expectativas foi o que trouxe experiências de empresas durante a crise, apresentando aos profissionais o que o mercado está fazendo para inovar em um setor cada vez mais competitivo. Companhias reconhecidas, como Correios, Natura, Pirelli e White Martins, exibiram seus cases de sucesso ao público presente.

Com visitação qualificada, expositores têm expectativa superada

“A Intermodal é um canal de comunicação com os clientes e parceiros. No evento, conseguimos manter uma comunicação aberta com nossos clientes. Começamos e fechamos muitos negócios aqui, cerca de 60% a 70% dos negócios são fechados na feira”. A afirmação é de Eduardo Razuck, CEO Brasil da Kuehne + Nagel, expositora da Intermodal South America há 21 anos.

Maria Gimena Scott, Senior Manager Controling da Hapag Lloyd, também vê no evento um ambiente propício para geração de novas oportunidades para a empresa. “A Intermodal é, para nós, a feira latino-americana mais importante e a terceira mais relevante no mundo. Todos estão na feira, é uma oportunidade para fazermos reuniões. Aqui alinhamos e fechamos negócios, e também cultivamos o relacionamento com nossos clientes. Aproveitamos o evento para nos aproximar ainda mais clientes e trazer soluções diferenciadas”.

"A Intermodal deste ano nos surpreendeu muito positivamente, pois a movimentação de visitantes foi superior de anos anteriores e seu nível de interesse foi excelente, o que nos mostra um aquecimento do mercado. Estamos apostando num aumento entre 10 e 20% de nossas operações", declarou Daniela Lemes, gerente de comunicação e treinamento da Hyster-Yale.

Quem também sentiu o mercado mais aquecido foi o gerente de Vendas e Operações da Bysoft, Thiago Furtado. "Como todos os anos, a Intermodal tem sido muito relevante para a Bysfot/NSI. Sentimos o mercado mais aquecido em comparação a 2016. Se antes a busca era por retenção de custos, este ano o cenário é por competitividade, as empresas estão mais otimistas e querendo se estruturar em termos de gestão. Nosso estande esteve sempre cheio, muitas propostas estão sendo elaboradas e estamos conseguindo novos clientes. Para nós, a Intermodal é um evento de peso para ampliação do nosso negócio de software para comércio exterior".

“A Intermodal nos permite conhecer todas as novidades do mercado, encontrar clientes e entender o que eles querem. Reforçarmos nossa marca e fechamos negócios”, corrobora também o gerente de Vendas da MSC, João Turano.

Já o diretor da também expositora da Intermodal CBRE LATAM, Fernando Terra, diz que a empresa vem para o evento em busca de novos clientes. “A CBRE, maior consultoria imobiliária do mundo, reúne o mais abrangente portfólio de galpões disponíveis no Brasil. A Intermodal é uma ótima oportunidade para termos acesso às empresas interessadas no nosso negócio. E os resultados estão sendo extremamente positivos, já que o mercado está favorável para os ocupantes, que têm a possibilidade de buscar economias em seus custos operacionais por meio de instalações mais eficientes em condomínios logísticos", explica.

Outra empresa expositora que também foca na captação de novos clientes na Intermodal é a Compex Tecnologia. De acordo com Rafael Mendes, diretor de Produtos da empresa, “faz todo sentido estar presente na feira ano a ano”. E completa: “Nós não vemos a participação na Intermodal apenas como possibilidade para nos relacionar com nossa base de clientes, mas também captar novos negócios e apresentar nossas tecnologias ao mercado. Sem dúvidas, esta é uma das principais feiras do setor quando o assunto é resultados em captação de clientes para a Compex Tecnologia”.

A possibilidade dos expositores consolidarem suas carteiras de clientes na feira é, para a IBL Logística, fator decisivo de participação da empresa na Intermodal. Segundo o seu diretor Presidente, Jonatas Spina Borlenghi, a feira é um dos eventos mais importantes do mercado e ser expositor mostra que a IBL Logística está atenta, em movimento e acompanhando as tendências do setor. “Além de abrir portas para novos negócios, a Intermodal também é um momento para receber e consolidar a relação com nossos clientes. Por isso, dentro de nossas expectativas, estamos satisfeitos com esta edição e já estamos nos preparando para a próxima”.

“Em nossas participações na Intermodal, sempre abrimos caminho para negócios com clientes e também com novas empresas. Acreditamos que as parcerias da Intermodal são duradouras e estratégicas, não somente para a Tópico mas para todas as expositoras e visitantes", conclui Marcos Ponce de Leon Arruda, diretor da Tópico Soluções.

Não só a iniciativa privada, mas representantes de grandes portos brasileiros e do cenário internacional estiveram expondo na feira e encontraram e viram no evento excelentes oportunidades para estabelecer não só novas tratativas comerciais, mas também dar mais visibilidade ao potencial destes portos. “Muitas empresas parceiras estão na Intermodal, por isso este é um dos principais eventos para os portos da Bélgica. Já estamos na feira há uns 10 anos. Nosso carro-chefe são as oportunidades de distribuição dos produtos da empresas”, diz Emmanuel Van Damme, diretor Comercial do Porto de Zeebrugge.

O principal porto da América Latina, o Porto de Santos, que esteve presente na feira este ano e em todas as outras edições da Intermodal, reafirmou na Intermodal sua importância para o cenário nacional e mundial. Na feira, o presidente da Codesp aproveitou para estreitar ainda mais os laços do cais santista com o porto de Lisboa assinando durante o evento um acordo de cooperação entre ambos.

Além de novas possibilidades comerciais com Lisboa e outros portos internacionais, o presidente da autoridade portuária santista levou para o evento novidades sobre importantes projetos, tais como, o alargamento do canal portuário, que prevê um calado de 15 metros de profundidade, e a redução no tempo de atracação de navios para nove dias (antes chegava a 21).

Outro importante representante portuário e tradicional expositora do evento, a Administração dos Portos de Paranaguá e Antonina (Appa) recebeu no último dia da feira em seu estande o governador do Paraná, Beto Richa. Além de visitar a Intermodal, o governador do Paraná aproveitou para anunciar investimentos e inovações para os portos paranaenses. A principal novidade é o programa Porto Digital, uma ferramenta que permitirá o acesso público e em tempo real de toda a movimentação de cargas no Porto de Paranaguá.

Agentes e embarcadores de cargas reforçam importância estratégica da feira para o fomento de negócios

Como já é tradição, a Intermodal South America recebe, durante os três dias de evento, os principais agentes de carga e embarcadores nacionais e internacionais, que identificam a feira como a principal plataforma de negócios do setor na América Latina. Neste ano, a feira contou com uma circulação de 45 mil profissionais (25 mil visitantes únicos).

Entre eles esteve a analista comercial da World Cargo Logística Internacional, Janaina Moreira, que afirma ter sido impactada positivamente pela edição 2017 da Intermodal, onde esteve em busca de novos serviços para os seus clientes. "São três dias no ano extremamente importantes e com impacto positivo a todos envolvidos. O fato do evento agregar todos os modais consolida a parceria entre agentes e clientes. Além disso, os expositores da Intermodal me fornecem ferramentas para realizar importações e exportações ao longo do ano”, disse.

Quem também ficou satisfeito com o que encontrou no evento é o gerente Comercial da Romac, empresa especializada em máquinas e equipamentos, Patrick Mota. “Nossa empresa é do Rio Grande do Sul e essa é a nossa primeira vez na Intermodal. Viemos em busca de parcerias comerciais e estamos muito satisfeitos com a feira. Já fizemos alguns contatos e encontramos o que queríamos, por isso valeu muito a pena ter vindo até aqui”.

O gerente da Log4u, Hélio Borges, atua no agenciamento de cargas, transporte aéreo e rodoviário e esteve na Intermodal em busca de empresas expositoras com soluções logísticas. “A Intermodal economiza nosso tempo, porque reúne tudo em um só momento. Buscamos parceiros que tenham soluções para nossos projetos. E aqui conseguimos encontrá-los. Um exemplo de uma empresa que tem a solução que precisamos é a Panalpina Brasil”, salienta.

Visitantes internacionais também chancelam positivamente o potencial da feira. Meli Soto, da peruana Macromar Logistic, veio ao evento pela segunda vez. "A Intermodal é o momento para começar novos negócios. Aqui também temos a oportunidade de conhecer pessoalmente alguns de nossos parceiros, com quem muitas vezes só temos contato por telefone e email”.

Sobre a Intermodal South America - A Intermodal South America é o maior evento das Américas direcionado para os setores de logística, transporte de cargas e comércio exterior. Realizada há mais de 20 anos, a feira é considerada uma plataforma de negócios que reúne, em três dias, os principais players do setor com o objetivo de fomentar negócios e parcerias e dar suporte ao desenvolvimento e aprimoramento tecnológico dos segmentos que congrega. Em sua última edição, reuniu mais de 400 marcas expositoras de 26 países e atraiu mais de 25 mil visitantes únicos. Em 2018, a Intermodal acontecerá em um novo local, no São Paulo Expo, e em uma nova data, de 13 a 15 de março, das 13h às 21 horas.

Sobre a UBM Brazil - A UBM é a maior empresa organizadora de eventos B2B no mundo. Seu profundo conhecimento e paixão pelos setores da indústria que atende lhe permite criar experiências valiosas onde as pessoas atingem seu sucesso. Em seus eventos, as pessoas criam relacionamentos, fecham acordos e crescem seus negócios. Seus mais de 3.750 funcionários, com sede em mais de 20 países, atendem mais de 50 diferentes setores da indústria. No Brasil, atua nos segmentos da saúde, logística, ingredientes alimentícios, construção civil, construção naval e metroferroviária. Essa rede de relacionamento global, especializada, pessoas apaixonadas e líderes de eventos oferecem oportunidades únicas para que os empresários alcancem suas ambições.

 




Últimas Notícias

Notícias

© Copyright 2000-2014 Editora Bittencourt