quarta, 10 de agosto de 2022
17/02/2021

Mais de 800 mil pessoas participaram de algum curso do Progrid em 2020


            O Ailos é um Sistema de Cooperativas de Crédito que conta com mais de 1 milhão de cooperados espalhados pelas 13 cooperativas que compõem o sistema atuante no Sul do Brasil. Mesmo sendo uma cooperativa voltada ao crédito, o Ailos tem como prioridade as iniciativas educacionais, que é justamente um dos princípios do cooperativismo, buscando sempre impactar de forma positiva a vida de seus cooperados e da comunidade em que está inserido.

            Desta forma, diversas ações sociais e educacionais são realizadas ao longo dos anos. Um dos projetos de grande sucesso é o Progrid, que possui atuação presencial e no EAD. A plataforma possui mais de 185 cursos que abordam desde educação financeira até idiomas, apoio educacional para pais, contação de história para crianças, entre outros. Em 2019, o Progrid contou com a participação de mais de 650 mil pessoas tanto presencial quanto on-line, já em 2020, com mais pessoas acessando o digital, esse número subiu para quase 800 mil pessoas se aperfeiçoando.

“2020 foi um ano atípico, quando quem já usava a internet, passou a usar ainda mais, e quem ainda não estava no digital, precisou se adaptar e aprender mais sobre este universo. O Progrid foi a prova de que mais pessoas buscaram conhecimento durante este período, o que nos deixa com sensação de dever cumprido, além disso, vimos nesses cursos a oportunidade de ajudar as pessoas a estarem preparadas e buscarem a retomada econômica”, comenta Sulana Mara da Silva Wan-zuit, coordenadora da área de Educação Corporativa e Relacionamento com o Cooperado da Central Ailos.

          Dentre os cursos mais procurados na plataforma estão o de inglês básico, excel, gestão de finanças pessoais, libras, Cooperativismo: um movimento colaborativo e CooperaEduca- Cooperar e poupar também é coisa de criança.

“Temos o objetivo de criar mais conteúdos sobre educação financeira para o público infanto-juvenil; criar uma plataforma única de educação, onde os cooperados possam encontrar todas as nossas soluções, tanto para as capacitações presenciais quanto para as que são a distância. Uma outra novidade é que já está disponível tanto para dispositivos IOS e Android o App do PROGRID EAD. Assim como a plataforma, o App é totalmente gratuito e traz diversos benefícios como a facilidade de acesso aos cursos”,  destaca Sulana. Neste ano, pelo menos 12 novos cursos devem ser lançados no Progrid para toda a comunidade e 30 novos cursos exclusivos para cooperados.

 

Parceria Progrid e Fiesc

            Através da plataforma, o Ailos ainda firmou uma parceria com a Fiesc, apoiando o Movimento Santa Catarina pela Educação. A plataforma se tornou um canal de comunicação para as pessoas que estão em busca de emprego e as empresas que estão com vagas em aberto, ou seja, além da oferta de diversos cursos, proporcionando qualificação, a plataforma ainda ajuda na recolocação no mercado de trabalho.

 

Feira de Oportunidades e Dia de Cooperar

Além do Progrid, o Ailos realizou durante o ano diversas ações. A grande novidade ficou por conta da Feira de Oportunidades Digital. A Feira já é bem conhecida e movimentava as cidades, porém, com o isolamento social, o evento foi levado para o on-line e se mostrou um verdadeiro sucesso com 14.673 participações e quase R$ 50 mil em doações convertidas em cestas básicas.

            O Dia C (Dia de Cooperar), contemplou eventos online e também ações com foco na comunidade local, através da entrega de máscaras, álcool em gel, equipamentos e cestas básicas para as instituições que fazem parte da área de atuação das cooperativas, beneficiando mais de 130 mil pessoas. “Ficamos muito felizes com os resultados positivos de 2020 e agora em 2021 queremos seguir crescendo, investindo no digital e apoiando ainda mais o desenvolvimento das comunidades onde estamos presentes”, finaliza Sulana.

 

Sobre o Ailos

Constituído em 2002, Ailos é um Sistema de Cooperativas de Crédito e conta com mais de 1 milhão de cooperados, 1 Cooperativa Central, 13 cooperativas singulares, mais de 200 postos de atendimento e R$ 11 bilhões em ativos. Com atuação nos três estados do Sul do país, possui cerca de 4 mil colaboradores contribuindo e promovendo o crescimento sustentável e desenvolvimento social das comunidades onde atua. As cooperativas singulares que compõem o Ailos são: Acentra, Acredicoop, Civia, Credcrea, Credelesc, Credicomin, Credifoz, Crevisc, Evolua, Transpocred, Únilos, Viacredi e Viacredi Alto Vale.



Blog

Países do ‘BRICS’ debatem como alavancar qualificação para indústria 4.0

A qualificação de profissionais para ocupações cada vez mais tecnológicas é foco dos trabalhos de um grupo de especialistas do Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul, o chamado BRICS. A participação brasileira é liderada pela Confederação Nacional da Indústria, por meio do SENAI, a partir de indicação dos ministérios da Casa Civil e da Educação. O objetivo é criar estratégias para promover a capacitação padronizada entre os países.

“Somos reconhecidos por aliar a teoria e a prática. As discussões que estão em curso no grupo formado pelos países do BRICS vêm sendo amplamente abordadas em nossas formações. Não é uma agenda apenas de entidades privadas, ela exige políticas públicas mais robustas, com respaldo técnico e competência para guiar os debates”, destaca o diretor-regional do SENAI, Fabrizio Machado Pereira.

São oito grupos de trabalho, sendo um deles voltado para as áreas de inteligência artificial, machine learning e big data, coordenado pelo professor Valério Junior Piana, do Centro Universitário do SENAI em Chapecó. “Os grupos debatem temas como a falta de profissionais qualificados para atuar com as tecnologias da indústria 4.0 e as habilidades fundamentais para o futuro do trabalho, não apenas na indústria, mas também em outras áreas”, afirma Piana. “Estamos focando nas ocupações mais tecnológicas e o que fazer diante da falta de profissionais”, acrescenta.

Piana, que no SENAI coordena os cursos de graduação e pós-graduação em TI, cita, principalmente, a falta de profissionais qualificados na área de tecnologia para atuar com programação, automação e outros setores. O grupo de trabalho do BRICS atua com base no relatório do Fórum Econômico Mundial, que elenca habilidades que as pessoas precisam ter ou desenvolver, como criatividade, solução de problemas complexos, trabalho em equipe, entre outras, incluindo as habilidades e conhecimentos técnicos.

O grupo está elaborando uma proposta de esforço conjunto dos países para capacitar a força de trabalho. “Algumas alternativas que estamos sugerindo são a implementação de laboratórios-modelo, equipados para desenvolver as capacidades necessárias para o mundo do trabalho, e cursos de graduação e pós-graduação com currículos padronizados entre os países”, relata Piana.

O SENAI é referência mundial em qualidade de ensino. Capacita os trabalhadores da indústria por meio de educação profissional e superior, consultorias especializadas e serviços de inovação voltados ao desenvolvimento e à competitividade industrial. A instituição está presente em todos os estados brasileiros.

© Copyright 2000-2014 Editora Bittencourt