quinta, 20 de fevereiro de 2020
01/03/2018

Grupo Poly arremata o Terminal de Cargas do Aeroporto de Navegantes em pregão da Infraero


O Grupo Poly, controlador do Poly Terminais, no Complexo Portuário do Itajaí; e com operações nos terminais de carga aérea internacional nos aeroportos de Curitiba, Goiânia, Recife, São José dos Campos e Vitória, arrematou ontem pelo valor de R$ 993 mil mensais as operações do Terminal de Cargas (Teca) do Aeroporto Internacional Ministro Victor Konder, em Navegantes. Além do custo mensal, há previsão de investimentos de R$ 22, 9 milhões para ampliação do Teca Navegantes. A concessão é por 25 anos, o que somará perto de R$ 297 milhões pagos à Infraero pela operação do terminal até o fim do contrato, além dos investimentos em infraestrutura.

A proposta foi feita pela PAC Logística e Hangaragem, empresa controlada pelo grupo, e apresentou ágio de 65% sobre o valor mínimo estabelecido pela Infraero. O arremate agora vai para a fase de análise dos documentos e somente depois disso abre a fase de recursos. Só depois disso é que a empresa será oficialmente declarada vencedora. Quatro empresas apresentaram propostas no pregão, por isso não há ainda prazo previsto para a assinatura do contrato.

Esta foi a segunda vez que a Infraero lançou a licitação para o terminal de cargas. Na primeira, em junho, não houve interessados. Diante disso, a empresa alterou alguns itens do edital para torná-lo mais atrativo. O prazo para benfeitorias passou de 12 para 36 meses e o percentual de repasse das receitas vindas de cargas aéreas foi reduzido de 67% para 50%. O valor de investimento também reduziu, de R$ 38 milhões para R$ 22,9 milhões.

A Pac Logística e Hangaragem (Pac Log) já opera mais de 100 mil toneladas de cargas aéreas ao ano, especialmente perecíveis, eletrônicos, produtos perigosos, químicos e fármacos _ que respondem também pela maior fatia das cargas em Navegantes. O Teca Navegantes é o mais movimentado entre os aeroportos de Santa Catarina. No ano passado, operou R$ 14,7 milhões em cargas de importação e exportação.



© Copyright 2000-2014 Editora Bittencourt