sábado, 20 de julho de 2019
14/06/2017

Cai movimentação do Complexo Portuário do Itajaí


O impacto dos 13 dias de barra impraticável ou praticável com restrições impactaram significativamente nos resultados do Complexo Portuário do Itajaí em maio. A retração, comparativamente ao igual período do ano passado, foi de17%. Foram movimentados 74,24 mil TEUs no último mês, ante 89,87 mil TEUs em maio de 2016. Agora, se comparadas a abril, o impacto foi bem maior, caiu de 102,82 mil TEUs para 74,24 mil TEUs. O recuo foi de 27,8%.

Se analisados apenas os resultados da margem direita, o saldo é positivo com relação a maio do ano passado. A APM Terminals e o Porto Público somaram 16,89 mil TEUs, com avanço de 12% com relação ao mesmo mês do ano passado. Agora, se comparado a abril, houve uma retração de 10,14%, ou seja, caiu de 18,75 mil TEUs para 16,85 mil TEUS.

Na Portonave S/A - Terminal Portuário Navegantes a retração foi mais significativa. Caiu 23% com relação a maio do ano passado - de 74,79 mil TEUs para 57,39 mil TEUs - e 31,63% comparativamente a abril deste ano, passando de 83,93 mil TEUs para 57,39 mil TEUs.

Mesmo tendo enfrentado perdas devido ao fechamento da barra devido às fortes correntezas - decorrentes das cheias na Bacia Hidrográfica do Rio Itajaí-Açu - o superintendente em exercício do Porto de Itajaí, Heder Cassiano Moritz, está otimista com relação ao ano de 2017. 

 

 



© Copyright 2000-2014 Editora Bittencourt