sábado, 20 de julho de 2019
08/06/2017

Cargas do Complexo Portuário do Itajaí migram para Itapoá


A barra de acesso ao Complexo Portuário do Itajaí permanece fechada. Impossibilitados de embarcar, muitos exportadores, que precisam cumprir rígidos prazos contratuais, estão deslocado suas cargas para o TUP Porto Itapoá, que já registra um avanço de cerca de 80% nos embarques na última semana, principalmente de cargas refrigeradas.

Segundo o terminal, a média de movimentação diária do gate na última semana é de 1,3 mil caminhões dia, enquanto que a média normal do TUP soma 800 caminhões dia. Ao contrário do que se pensa, esse aumento abrupto nas operações também não é benéfico para Itapoá, uma vez que o TUP já opera praticamente no seu limite.

Enquanto isso o Complexo Portuário do Itajaí a acumula prejuízos milionários, que nesta quinta-feira já chegam em torno de R$ 34,32 milhões. A cada dia de barra impraticável a cadeia logística de Itajaí e região deixa de movimentar 1,79 mil contêineres, o que representa perdas de R$ 2,86 milhões para o setor. O cálculo é feito com base no valor de R$ 1,6 mil, que segundo a Autoridade Portuária, é o que a movimentação de um contêiner representa para a cadeia logística, incluindo tarifas portuárias, mão de obra e transporte dos terminais retroportuários para o costado do navio e vice versa.



© Copyright 2000-2014 Editora Bittencourt