domingo, 22 de setembro de 2019
03/04/2017

Prorrogada data para conclusão das obras da nova bacia de evolução


A necessidade de adequações no projeto inicial dos novos acesso aquaviários do porto de Itajaí e demais terminais que formam o Complexo Portuário do Itajaí, que inclui a primeira etapa das obras da nova bacia de evolução, vai atrasar a conclusão da empreitada. A obra já deveria estar concluída, mas entraves de todos os tipos e origens, vem prorrogando a sua conclusão. Vale ressaltar que o ganho de competitividade do complexo portuário, ou seja, a cada dia que passa sem a obra estar concluída diminuem as vantagens competitivas do Porto de Itajaí e seus terminais nos mercados nacional e internacional.

O último atraso anunciado pela Construtora Triunfo e governo do Estado, que é o contratante, ocorre porque a não liberação dos recursos do governo federal para a segunda etapa da obra (orçada em R$ 200 milhões) forçou mudanças no projeto para evitar que partes da obra que estão no escopo da primeira fase do projeto sejam prejudicadas. Embora essas obras, que agregam um custo adicional de R$ 30 milhões ao orçamento inicial de R$ 104 milhões estejam sendo custeadas pelo Estado, com recursos provenientes de receitas de aplicações no Banco do Brasil, essas alterações demandam autorização dos órgãos ambientais, que ainda estão em fase de aprovação. 



© Copyright 2000-2014 Editora Bittencourt