quarta, 18 de setembro de 2019
16/03/2017

Aeroporto de Florianópolis na mão dos suíços


A empresa suíça Zurich International Airport AG foi a vencedora do leilão de concessão do Aeroporto Internacional Hercílio Luz, de Florianópolis. A empresa vai pagar R$ 353,333 milhões para operar o aeroporto catarinense pelos próximos 30 anos, sendo que, desse valor, R$ 88.333.333,33, serão pagos à vista. Os 75% restantes serão pagos ao longo da concessão, em parcelas anuais, com carência de cinco anos, ou seja, o pagamento começa no sexto ano da concessão e o valor aumenta até o nono ano. A partir do 10º ano, a parcela anual terá valor fixo, sendo atualizada apenas pela inflação. Foi registrado ágio de R$ 142,333 milhões.

O contrato de concessão do Aeroporto Hercílio Luz deve aumentar em cerca de 70% a capacidade de movimentação de aeronaves da pista com a ampliação da mesma para 2,7 mil metros quadrados e quadruplicar o número de vagas no estacionamento, que hoje são 539, segundo a Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero).

Terá ainda que construir um novo terminal com capacidade para 4,1 milhões de passageiros/ano. A previsão da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) é que esse número chegue a 13,9 milhões anuais até 2047. Está prevista também a construção de 10 pontes para embarque, que levam o passageiro direto para dentro dos aviões, por meio da utilização de fingers.

As obras precisam ser feitas em até 26 meses após a assinatura do documento. Conforme a agência reguladora do setor, o objetivo da ampliação da pista é o aumento da capacidade operacional do aeroporto. Com isso, o pátio poderá comportar até 26 aeronaves ao mesmo tempo.



© Copyright 2000-2014 Editora Bittencourt