domingo, 22 de setembro de 2019
07/03/2017

Processo de extensão do contrato da APM Terminals engatinha em Brasília


Em sua visita a Itajaí, no dia 27 de janeiro, o ministro dos Transportes, Portos e Aviação Civil, Maurício Quintella Lessa, garantiu que agora - depois de mais de quatro a nos vagando de gabinete em gabinete, o processo de extensão do contrato de arrendamento da APM Terminals Itajaí teria uma solução.

Segundo o ministro, o pedido de extensão da arrendatária do Porto de Itajaí finalmente teria data para conclusão. Lessa informou que a Antaq teria até o dia 02 de fevereiro para entregar o parecer à Secretaria Especial de Portos (SEP), que deveria responder em março. No entanto, passados mais de um mês, a Antaq ainda não encaminhou o parecer a SEP. A informação foi confirmada pelo Ministério dos Transportes, Portos e Aviação Civil (MTPAC) na tarde desta terça-feira, 07.

Importância

A decisão será crucial para o desenvolvimento da atividade portuária em Itajaí. A concessionária pede mais tempo de arrendamento alegando que colecionou prejuízos nos últimos anos, especialmente com enchentes ocorridas em 2008 e 2011 e promete, caso seja aprovada a extensão do contrato, investimentos imediatos de R$ 175 milhões no terminal, mais R$ 200 milhões a médio prazo.

Já o Porto de Itajaí pede que a extensão do contrato seja viabilizada para um período que comportem investimentos de até R$ 1 bilhão na cadeia logística.



© Copyright 2000-2014 Editora Bittencourt